opinião

Negro ou Preto? Eis a questão

Importante ressaltar logo de cara: não há um consenso. As divergências são sutis e variam quanto ao conteúdo, mas jamais quanto à forma: é uma questão léxica e de ressignificação.

Notícia-Crime contra Bolsonaro III

Enquanto o povo brasileiro respeita voluntariamente o isolamento social, o presidente da República, em fato público e notório, divulgado inclusive no seu twitter, praticou os crimes previstos nos artigos 268 e 330 do Código Penal, citados na Portaria Interministerial nº 5, complementados pela Lei 13979, sancionada por ele mesmo.

O impacto do coronavírus na vida das mulheres

A violência contra as mulheres, antes da epidemia, já se apresentava como um grave problema social. É bastante provável que atual situação de isolamento social, incertezas, aprofundamento da crise econômica elevarão as tensões nos lares brasileiros, expondo ainda mais mulheres e crianças a violência doméstica.

Tempos pretéritos

A ficha caiu! As panelas estão falando cada noite mais alto. A sociedade está inquieta, insegura e se convencendo de que Bolsonaro não é uma alternativa.

Direto do confinamento: Bolsonaro contra o mundo

Nunca antes na história desse país houve um presidente tão queimado na opinião pública internacional. Sua fobia bélica contra os direitos humanos e a defesa da tortura e da ditadura militar o conectam com o que há de pior na história das civilizações. O que ele despreza, constitui um valor inegociável para povos, países e pessoas que já foram vítimas da violência.

Polêmicas pandêmicas, parte 4: renda mínima cidadã

Proposta, no Brasil, pelo ex-senador e hoje vereador da cidade de São Paulo, Eduardo Suplicy (PT-SP), a denominada renda básica de cidadania (ou renda básica universal) seria alternativa essencial e eficiente para o combate à desigualdade e promoção da inclusão social de milhões de pessoas.

Por uma política democrática de criatividade

Vivemos hoje uma pandemia de escala global, que testa os limites éticos e políticos da ideologia neoliberal e é nesse momento, de grande provação para todos nós, que temos a oportunidade de transplantar para a política institucional as estratégias de sobrevivência que trouxeram sujeitos tão diversos para espaços de visibilidade e poder.

Solidariedade, tecnologia e coronavírus

Qual o papel que as tecnologias vem desempenhando nas nossas vidas e como somos afetados por elas? De repente, o que parecia coisa de gente paranoica com questões de vigilância de dados e privacidade na rede, se abre na nossa cara.

Errar é humano, insistir no erro é Bolsonaro

Essa posição de retomar imediatamente a “normalidade” das atividades econômicas, ignorando a Covid-19 e pondo fim a quarentena é bem vista também por muitos micros, pequenos e médios empresários cujos negócios estão sendo afetados pela crise sanitária e pela pandemia.

Uma série de reflexões estratégicas sem horizonte temporal definido para continuar e – muito menos – para acabar

A chegada da pandemia do coronavírus ao Brasil emparedou a agenda golpista do Bolsonaro. As manifestações da extrema direita, em 15 de março, ficaram distantes de mobilizar apoio social para um golpe de estado, embora revelem uma resiliência suicida suficiente para animar Bolsonaro a ignorar a crise de saúde e ir ao encontro dos resilientes na praça.

Caos como relativização da morte

A Universidade Johns Hopkins (Baltimore/EUA) informou, nesta quinta-feira, 26, que o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus superam 500 mil, e já atingem 576.859. A doença provocada pelo covid-19 já matou 26.455 pessoas em todo o mundo, segundo a mesma fonte.

Todo dia um 7 x 1 diferente nas favelas brasileiras!

Sem perspectiva de fim da pandemia, a medida é ficar em casa, por isso seguem algumas dicas do que você pode fazer aí na sua quarentena, sem aumentar o risco de contágio e sem precisar sair de casa ou gastar qualquer dinheiro.

Taxar a fortuna da classe rica, agora!

A Constituição Federal do Brasil (artigo 153, inciso VII) prevê um imposto para grandes fortunas, mas para que o tributo tenha validade é necessária aprovação de lei complementar que o regulamente. Há trinta anos que o parlamento não tem tido interesse nenhum em tratar o assunto.

Manter o espírito de luta

A maneira como cada país está enfrentando a crise de saúde pública durante a pandemia do coronavírus demonstra claramente a superioridade da ação decidida das políticas que priorizam a vida e as classes trabalhadoras. Neste quadro, denunciamos que as medidas tomadas pelo governo brasileiro são ineficazes e persistentes em conteúdo neoliberal e privatista.

Direto do Confinamento: o Exército é o limite

Bolsonaro é militar, mas foi afastado do Exército por mal comportamento, insubordinação, e desrespeito à hierarquia. Em 28 anos de mandato como deputado, defendeu com unhas e dentes os interesses corporativos de policiais e militares – apesar de, junto com os filhos, manter relações estreitas com milicianos.

Segurança para os trabalhadores autônomos!

A crueldade das reformas trabalhista e previdenciária jogou as pessoas na informalidade. A crise do coronavírus vem mostrar a fragilidade e todos os erros dessas medidas. O Estado Brasileiro criou essa condição, penalizou as pessoas, e agora precisa assumir a responsabilidade por isso.

Direto do Confinamento: a defesa dos cidadãos bateu Aras e voou

Pessoas e instituições apresentaram representações à PGR para apurar a ameaça à ordem democrática representada pelos atos de 15 de março e pela participação do presidente neles. Indagado sobre o que faria com essas representações, Augusto Aras, atual PGR, disse que as encaminharia para as instâncias competentes.

A lógica de Bolsonaro

Assim como há elementos que provam que a terra não é plana, há elementos que provam que a teoria de Trump-Bolsonaro não tem o menor cabimento.

O abismo é logo ali

Existe ali, como fio condutor da fala de Bolsonaro, uma estratégia fria, algo pensado, consciente. E, que não é só dele. E é a própria essência do projeto neoliberal e autoritário.

O boomerang é cubano

Cuba conseguiu manter, mesmo em circunstâncias difíceis, uma ampla cobertura de saúde e um controle de situações epidemiológicas complicadas, como as que aconteceram nos anos 1990 com a dengue e o aumento das taxas de tuberculose.

Direto do Confinamento: Estado de Circo

Após se recusar a admitir, sucessivas vezes, a gravidade da pandemia do coronavírus, Jair Messias Bolsonaro ousou divagar, pela negação, sobre uma eventual decretação do Estado de Sítio para enfrentar a crise sanitária.

Notícia-Crime contra Bolsonaro

À meia-noite de sexta-feira, 21 de março, protocolei no Supremo Tribunal Federal a seguinte notícia-crime contra o Bolsonaro, que recebeu o número 16165-2020.

Bolsonaro assinou seu próprio crime

No dia 6 de fevereiro de 2020, nove dias antes de se aproximar, cumprimentar, abraçar e tirar selfies à porta do Palácio da Presidência da República, Bolsonaro sancionou a Lei 13.979, que “dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019”.

O mito é uma mentira! Entenda por que o governo Bolsonaro derreteu

Por todo o país, de norte a sul, de leste a oeste, o barulho das panelas e apitos, e os gritos de Fora Bolsonaro e Acabou Bolsonaro, na noite de terça-feira, 18/03, são a prova cabal de que a maioria da população brasileira já reconhece a incompetência e incapacidade deste governo de minimamente conduzir o país diante de tantos e complexos desafios.

O feminicídio político e o epistemicídio

Será que o conceito de uma mulher, negra, cria da favela pode se tornar referência e contribuir para elaborações mais aprofundadas sobre o que vivemos todos os dias? Ou o epistemicídio seguirá matando ou anulando nosso conhecimento todos os dias?

Robespierre e Bolsonaro. Jacobinos e bolsominions.

Há uma passagem da Revolução Francesa que nos faz refletir sobre o que está acontecendo no Brasil de hoje. Tomo emprestada, na reflexão de hoje, uma breve passagem de Arno Dal Ri Júnior, extraída do artigo intitulado “Evolução histórica e fundamentos jurídico-políticos da cidadania”.

O mundo precisa da ciência e a ciência precisa das mulheres

Para falar em tecnologia é preciso falar também sobre pesquisa e ciência. O desenvolvimento de um país está diretamente relacionado ao investimento no setor. Mas como falar sobre o tema sem abordar também a democratização do acesso ao conhecimento científico? E como democratizar esses espaços sem uma maior participação feminina?

A política de Bolsonaro

O presidente do Brasil, vereador do Rio de Janeiro por dois anos, deputado federal durante dezoito anos, tendo sido filiado a nove e agora sem partido, não conseguiu formar o seu partido nazista “Aliança pelo Brasil”.

Defensores da saúde pública, uni-vos!

Inscrever a saúde como direito de todos e dever do Estado na Constituição, universalizando o acesso, foi uma enorme conquista. Responsavelmente foram garantidas fontes plurais para os objetivos estabelecidos.