opinião

Não devemos nos calar, não devemos naturalizar

Uma menina de 10 anos foi estuprada pelo tio por 4 anos e está grávida. Dentre toda a angústia que deve estar vivendo, ainda pesa o risco de ter que seguir com uma gravidez quando por lei ela tem direito a um aborto seguro e gratuito.

Bolsonaro é culpado

Bolsonaro não é o único, de fato e de direito. Mas, sem dúvida, é o maior responsável pelas mais de cem mil mortes pela Covid-19 no Brasil.

Grilagem online só pode aumentar desmatamento

A ideia de regularização, em si, parece ser uma providência necessária e racional para colocar ordem na situação das terras na Amazônia, mas que não deve ser ignorada, nem colocada como condição prévia para a solução de todos os males.

Uma saída para o Brasil

Certamente (os representantes do judiciário) já se deram conta de que serão as próximas vítimas, se a ilegalidade continuar à solta e impune. Não devem deixar-se intimidar por grupelhos extremistas nem pelo gabinete do ódio.

Lei Maria da Penha: o modo de fazer feminino

A importância deste mecanismo no combate a violência contra as mulheres, seja física, psicológica, moral, patrimonial ou sexual, tornou-se ainda maior no momento em que há o crescimento de atitudes preconceituosas, machistas, racistas, homofóbicas e contra a igualdade de gênero, estimuladas pelo desgoverno federal.

Palavras soltas ao vento

O tema do combate à corrupção tem dominado o noticiário com muita intensidade desde que a Operação Lava-Jato foi alçada ao posto de instituição e os seus membros ao posto de heróis. Em que pese os acertos de tal operação, ela também está recheada de erros e abusos, os quais têm vindo à tona nos últimos meses.

Paternidade Ativa Feminista

Esta naturalização da inversão do tempo que mães e pais dedicam ao trabalho de educar os filhes é uma consequência do patriarcalismo que determina a divisão sexual do trabalho.

Blindador-geral da República

O procurador-geral República do governo Bolsonaro, que está de olho no acervo da força-tarefa das operações Lava-Jato para sequer investigar e muito menos denunciar, só pode ser chamado de Blindador-Geral da República!

“O movimento agroecológico reúne experiências e caminhos possíveis e desejáveis”

Denis Monteiro, secretário-executivo da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) faz uma análise do PL 735, resgata políticas públicas direcionadas ao setor nos últimos anos e destaca a importância do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), tendo o Estado um importante papel a cumprir na garantia da segurança alimentar da população mais vulnerável.

Negacionismo judicial

Denunciar o presidente da República em Tribunal Penal Internacional, ainda mais na última, assinada por entidades que representam um milhão de trabalhadores da saúde no Brasil, é de extrema importância.

Eclipse presidencial

Desde que tiraram o bode da sala, paira uma estranha sensação de que ficamos congelados dentro de uma panela de pressão. É como se 2020 tivesse acabado, de repente…

O fim do confinamento do deus cartesiano

A natureza é incapaz de uma tal concepção, e aí reside a sua incomensurável inferioridade em relação à mente própria dos humanos. Com a demonstração da existência de deus ficou provada a impossibilidade da co-existência com ele no mesmo mundo.

Um feminicida não pode ser ídolo em nossa sociedade

A posição de jogador (e de bom jogador que ele é) pode lhe alçar a uma condição de exemplo, de ídolo, sobretudo para crianças. Daí passa-se um sinal trocado: o de que basta cumprir a pena (jurídica) que está tudo bem. E não está tudo bem.

Lava-Jato

É facilmente perceptível que essas ações espetaculares da lava-jato têm, de novo, objetivos políticos e é a mesma maneira de proceder de quando se concentraram no PT para demonizá-lo e criar uma rejeição de proporções na sociedade para montar um processo de aniquilamento do PT e tirar Lula da disputa.

A síndrome do genocídio

A palavra “genocídio” tem sido pronunciada com frequência nesses dias. O pano de fundo é a pandemia do covid-19. Mas seria vã a sua atribuição a um vírus, supostamente desprovido de intenção. Então, a palavra tem sido associada à omissão deliberada ou à inépcia do governo, ou do presidente, no combate à sua disseminação.

Notícia-crime contra Bolsonaro por genocídio

Jair Bolsonaro encaminhou ao Presidente do Senado Federal a Mensagem nº 378, publicada em Diário Oficial, do dia de 7 de julho de 2020, que consiste na prova de crime de genocídio contra povos indígenas e comunidades quilombolas.

#VotaFundeb

Governo envia à sua liderança na Câmara dos Deputados a intenção de que o novo FUNDEB só passe a vigorar a partir de 2022 – deixando todo o ano de 2021 desguarnecido – além de destinar parte dos valores oriundos da complementação da União para programas de transferência de renda, dentre outras distorções.

O Bolsonarismo como especificidade do Fascismo

Entendido com “revolução conservadora”, o bolsonarismo é hoje o expoente mais acabado do fascismo brasileiro. O que antes era chamado de fascismo, de uma forma um tanto abstrata e global, hoje tomou uma forma definida como movimento político de extrema direita liderado pelo atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Home Office e mulheres na pandemia

E todo o montante de pessoas que não se encaixa no privilegiado grupo que tem tempo para os alívios? Tempo é uma palavra e uma realidade que custa caro.

Mourão blefa sobre desmatamento na Amazônia

“Só no ano que vem, quando vai passar o satélite de novo, vamos poder comprovar que nossos esforços para reduzir o desmatamento na Amazônia surtiram efeito. Até lá, é conversa de bêbado: eles dizendo uma coisas e nós argumentando outras”. Essa frase foi pronunciada pelo general Hamilton Mourão, vice-presidente da República.

A morte não pode governar o Brasil!

Oficialmente, já morreram mais de setenta mil brasileiros e brasileiras, vitimados pela covid-19. E já temos quase dois milhões de infectados. Todo mundo sabe que os números oficiais de mortes e de infectados estão subestimados pela subnotificação e pelo desejo de ocultar a gravidade da situação.

Reaparições e coincidências

Na quarta-feira, 08/07, o Facebook derrubou uma rede de contas ligadas ao clã Bolsonaro e a parlamentares, tanto do PSL quanto do futuro partido Aliança pelo Brasil.

Vetos genocidas do Bolsonaro

O presidente da República vetou uma série de dispositivos da Lei 14021/2020, que dispõe sobre medidas de proteção social para prevenir a propagação do coronavírus em territórios indígenas e comunidades quilombolas.

Diga-me o que vetas…

Desde o início de seu mandato, Bolsonaro tem se esforçado para ganhar o título de presidente que mais vetou projetos de lei. Seguir a trilha desses vetos é bastante educativo para entender que o verdadeiro programa deste governo é desmontar qualquer possibilidade de avanço na legislação.

Contato com meu “Eu”

Nesse período de pandemia muitas são as sugestões para aproveitar o momento e desenvolver reflexões sobre a vida. Aproveitei para ler alguns livros que tinha vontade, mas não tinha feito, por falta de tempo.