Movimento dos Pequenos Agricultores

Se não plantar agora, a fome virá em seguida

O Brasil está de volta ao Mapa da Fome. Todo um esforço de quatorze anos, que tanto nos enchia de orgulho, foi jogado por terra em quatro anos de destruição das políticas públicas de apoio à produção camponesa.

Mutirão Contra a Fome: roça - colheita - alimento

Você já pensou sobre as pessoas que vivem no campo e o papel que cumprem todos os dias nas nossas vidas? Algum livro, homenagem, discurso são capazes de explicar o tamanho da importância dos/as camponeses/as para sociedade?

Comitês Territoriais de Solidariedade

Uma das formas de organização da campanha é a formação de Comitês Territoriais de Solidariedade, formados pelos movimentos sociais do campo e da cidade que realizam a distribuição das doações de alimentos agroecológicos, fortalecendo os processos organizativos dos territórios.

Manter o espírito de luta

A maneira como cada país está enfrentando a crise de saúde pública durante a pandemia do coronavírus demonstra claramente a superioridade da ação decidida das políticas que priorizam a vida e as classes trabalhadoras. Neste quadro, denunciamos que as medidas tomadas pelo governo brasileiro são ineficazes e persistentes em conteúdo neoliberal e privatista.

A Petrobras está dentro de nossas casas

O ônibus que nos leva até a rodoviária, até o bairro ou até o centro da cidade é movido a diesel, com petróleo extraído do fundo do mar, pela Petrobras e seus trabalhadores, com tecnologia de exploração em águas profundas desenvolvida por engenheiros e cientistas desta nossa amada nação.

 Guedes tropeça na saca de milho

O arranjo econômico de Paulo Guedes vai tropeçar numa saca de milho. A economia neoliberal parte do pressuposto de que os fluxos de mercadorias, circulação financeira e consumo acontecem em equilíbrio, ou, ao menos, tendem ao equilíbrio, autorregulado pelas leis do mercado. Assim creem. Isto mesmo, é uma crença, embora dita, ciência.

Mulheres camponesas, resistência e as políticas do governo Bolsonaro

A Previdência Social não poderá ser reformada e resumida a um entendimento meramente financista, como quer a tecnocracia do poder, pois a Previdência é mais que uma simples análise de muitos cifrões e falso discurso do déficit, ela é um dos alicerces do mundo do trabalho, é cidadania, respeito e enfrentamento às desigualdades sociais.