Bella Gonçalves

Não há cura para o que não é doença

A nossa diversidade e o nosso amor devem ser respeitados por toda a sociedade brasileira. Por isso, é urgente que práticas que reafirmam preconceitos e violências contra a população LGBTQIAPN+ sejam proibidas

Independência para quem?

Convenhamos que a forma de Bolsonaro e Zema exercerem seu nacionalismo é, no mínimo, duvidosa. Do lado de cá, seguimos na defesa do Brasil e de Minas Gerais soberanos