Foto: Mídia NINJA

“Perdemos hoje nossa Mel, nossa companheira, amiga, esposa e uma referência gigante do Brasil! A Mel, que abrilhantou nossas fileiras partiu mas segue um símbolo de luta, força e perseverança!”, escreveu a União Nacional dos Estudantes (UNE).

Nesta terça-feira (22), o movimento estudantil está de luto pela morte prematura da ativista Mel Gomes. Mel foi uma das personalidades com grande destaque na história recente da luta pela educação no Brasil, colaborando com uma voz irreverente nos palcos, especialmente no comando das batalhas do conhecimento, com o rap, o funk e uma cultura de periferia que trazia uma energia vibrante ao movimento estudantil. Ativista da UJS, Mel também esteve à frente da Diretoria de Cultura da UNE.

“Sem palavras Mel pra essa partida tão precoce”, escreveu Bruna Brelaz, presidenta da UNE. Para a Rozana, que preside a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), “Mel foi luz na vida de quem teve a sorte de encontrá-la. Dona dos palcos, microfones e megafones, não tinha como confundir sua voz e sua gargalhada. Mel acreditou em um mundo muito mais bonito do que esse em que vivemos e vamos continuar lutando para construí-lo”.

Manuela D’Ávila também lamentou a morte da colega de partido: “Um dia triste para quem sonha com um mundo justo”.

Confira outros depoimentos: