Gabriel RG

Coringa e a tripla denúncia do neoliberalismo (atenção, spoilers adiante!)

É em três camadas dessa distopia neoliberal que se passa “Coringa”, do diretor Todd Phillips. É neoliberal ao triplo: retrata a era de Ronald Reagan e Margareth Thatcher, com a configuração socioeconômica que podemos imaginar para a próxima década, caso o trem siga descarrilado, e passa nas telas do mundo protofascista de 2019.

Nova guerra da Síria: o levante do patriarcado contra o feminismo

Do ponto de vista político-social, desenha-se a destruição misógina da autonomia feminina; institucionalmente, o assassinato de uma perspectiva alternativa de desenvolvimento, numa região para a qual o mundo só enxerga três possibilidades: ditaduras seculares, teocracias ou pseudodemocracias islamitas.

Impeachment de Trump: quando eles que são brancos não se entendem

Como bem escreveu o vencedor do Pullitzer Chris Hedges, um eventual impeachment de Donald Trump não muda grande coisa: não tira o dinheiro corporativo da política, não reverte a vigilância maciça da população pelo estado policial, não enfrenta a cultura de violência das instituições, não restaura a democracia.