Essa semana a Lei Maria da Penha comemora 11 anos e ainda hoje alguns dizem que o Feminismo não leva a nada. Há quem diga que não existe machismo no Brasil, mas esse machismo mata milhares de mulheres todos os anos.

Há 11 anos, pude viver uma das experiências mais importantes da minha vida pública ao escrever na Câmara dos Deputados o texto da Lei Maria da Penha. Rodei o Brasil, ouvi histórias tristes e impactantes, acompanhei de perto a realidade em diversos pontos do país. Olhei diversas mulheres nos olhos e vi suas dores. Suas marcas. Suas angústias. Histórias tristes que começam a ficar para trás.

Hoje, sabemos que o efeito da Lei no combate à violência doméstica é enorme. Mais de 300 mil vidas já foram salvas desde 2006. E, entre uma luta e outra, queremos mais! Queremos uma cultura de paz. Uma sociedade em que não haja violência ou preconceito. Uma civilização evoluída e transformada. Um povo em que suas mulheres não morram por serem mulheres, nem que sofram nenhum tipo de violência. Sem marcas. Sem dor.

O momento é de fortalecer a Lei Maria da Penha e fazer com que ela se torne cada vez mais um instrumento de defesa das mulheres do Brasil inteiro.

Não podemos aceitar mais mortes resultantes da misoginia e intolerância, vamos lutar até o fim Pelo cumprimento da Lei Maria da Penha!

Não se omita.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Caetano Veloso

Caetano Veloso entrevista Guilherme Boulos

Dríade Aguiar

Maria, Maria sou Dona De Mim

Fatine Oliveira

Minha deficiência não está disponível para caridade

Ivana Bentes

Ivana Bentes: A educação vai para o espaço

Caetano Veloso

Caetano Veloso entrevista Roger Waters

Tulio Ribeiro

Israel avança com genocídio e prende criança de oito anos

Ana Júlia

Ana Julia: Ideologias e pensamentos políticos existem. Aceite isso.

Joana Mortagua

Sérgio Moro, o rei nu

Tulio Ribeiro

O neoliberalismo semeia a pobreza que faz os hondurenhos migrarem

João Brant

O que levou Bolsonaro ao Planalto: um balanço das eleições de 2018

NINJA

Opinião: Cai de vez a máscara de Moro

Sonia Guajajara

Sonia Guajajara: Democracia pela mãe terra

Tulio Ribeiro

O genocídio palestino

Jean Wyllys

Jean Wyllys: Legado dos governos petistas foi mais importante na educação

Tulio Ribeiro

Mattis e o roubo do século