Jandira Feghali

De onde vêm aquelas pessoas?

Gritam freneticamente em manifestações, choram e se aglomeram. Arriscam as suas vidas e a vida dos outros. Falta-lhes compaixão.

Março de luta pela vacina

Eu costumo dizer que a luta pela saúde pública é uma das principais bandeiras feministas. O acesso aos serviços e ações de saúde é fundamental para garantir direitos e reduzir desigualdades. São as portas destes serviços que recebem as mulheres vítimas de violência doméstica.

Lista de detratores para quê?

É estarrecedor a lista de detratores produzida pelo Governo a cargo de uma empresa de Comunicação terceirizada. Mais de 100 pessoas constam no documento que mais parece um relatório do SNI da brutal década de 70 do que um mero clipping jornalístico doméstico.

Lei Aldir Blanc - equilibrista e emergencial

A cultura e arte brasileiras pediram socorro em meio à tragédia que atingiu o povo. Nós ouvimos e compreendemos que elas atravessam todas as dimensões da vida, tiveram impacto econômico imediato e terão efeitos por muito tempo.

Diga-me o que vetas...

Desde o início de seu mandato, Bolsonaro tem se esforçado para ganhar o título de presidente que mais vetou projetos de lei. Seguir a trilha desses vetos é bastante educativo para entender que o verdadeiro programa deste governo é desmontar qualquer possibilidade de avanço na legislação.

Rio às cegas

Se, ao nível federal, prevaleceu a ausência de campanhas de orientação à população e medidas efetivas para socorrer estados e municípios, no Rio de Janeiro, vemos com muita preocupação um plano de reabertura sem amparo em dados confiáveis.

Defensores da saúde pública, uni-vos!

Inscrever a saúde como direito de todos e dever do Estado na Constituição, universalizando o acesso, foi uma enorme conquista. Responsavelmente foram garantidas fontes plurais para os objetivos estabelecidos.

A cultura incomoda?

Conhecimento, identidade, potência e capacidade crítica são elementos transformadores. Cultura é além do que se vê ou se toca, mas o que se é. Possibilitar que o povo seja potencializado pelo trinômio educação, ciência e cultura é emancipador e transformador. E é justamente por isso que o governo estabeleceu seus alvos ideológicos e atirou suas mordaças.

Jandira Feghali: Fora, Dallagnol!

Em 2016, quando o procurador lavajatista Deltan Dallagnol fez aparecer na tela uma espetaculosa, porém patética, apresentação de PowerPoint para jornalistas de todo o Brasil, já sabíamos que morava ali um comportamento estranho à seriedade e responsabilidade de uma investigação.

Jandira Feghali: Bolsonaro tem que falar

Bolsonaro feriu mais uma vez centenas de famílias que ainda sofrem a perda de seus entes pela Ditadura. É como se tivesse penetrado ferro em brasa numa ferida ainda aberta.