Depois da censura do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), aos quadrinhos “Vingadores: A Cruzada das Crianças”, as redes sociais não pararam de reagir em repúdio. Crivella havia anunciado que censuraria exemplares do gibi expostos na Bienal do Livro e enviou guardas para apreenderem os livros durante o evento. As edições do livro, contudo, já haviam sido esgotadas e durante todo o dia o desenho repercutiu nas redes com publicidade gratuita e ampla defesa contra censura e pelos direitos LGBT.

Com a hashtag #LeiaComOrgulho, pessoas, organizações e editoras de livros difundiram nas redes sociais suas indicações de livros LGBT. Aqui trazemos algumas indicações pescadas no Twitter. Interessante observar como os livros não se repetem, evidenciando uma grande variedade de conteúdo LGBT nas livrarias. Confira: