Complexo do Alemão se manifesta contra mortes na favela. Foto via Raull Santiago

Mais uma criança morre baleada em favela do Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira (21). Ágatha Félix estava na kombi com a avó quando foi atingida nas costas por um tiro de fuzil no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro. Moradores confirmam que policiais militares atiravam em operação na região.

No Complexo do Alemão, nesta manhã de sábado, moradores foram às ruas para protestar contra as mortes na favela e a onda de medo que tem tomado as periferias do Rio e do Brasil. Os moradores não somente cobram do governo uma política de segurança que priorize a vida dos mais pobres, como responsabilizam diretamente o próprio governo de Witzel pela chacina que tem ocorrido nas favelas.

Nas redes sociais, manifestantes subiram a hashtag “A culpa é do Witzel”, e assunto está desde manhã entre os mais comentados. E não é a primeira vez. Em agosto, outra reação deixou o nome do governador no topo dos assuntos mais falados quando ele declarou que os defensores de Direitos Humanos seriam responsáveis pelas mortes em favelas do Rio de Janeiro.

Confira alguns depoimentos durante este sábado.