Laryssa Sampaio

A festa da insignificância: um livro que vai do umbigo a Stálin

Depois de quatorze anos fora da cena literária, Milan Kundera publicou o romance "A festa da insignificância". Um livro leve, de fácil leitura, com 134 páginas, que conta a história de quatro (?) amigos que conversam sobre coisas insignificantes.

É real: parece que piorou!

Ler o “Parece que Piorou – crônicas do cansaço existencial”, livro de Bruna Maia, foi um necessário tapa na cara.

A cachorra

Qual o destino traçado para uma mulher que não conseguiu percorrer o caminho imposto socialmente – ser mãe e construir uma família – se não a solidão?

Não devemos nos calar, não devemos naturalizar

Uma menina de 10 anos foi estuprada pelo tio por 4 anos e está grávida. Dentre toda a angústia que deve estar vivendo, ainda pesa o risco de ter que seguir com uma gravidez quando por lei ela tem direito a um aborto seguro e gratuito.

Pelo direito de decidir

Hoje, dia 28 de setembro, dia de latino-americano e caribenho pela descriminalização do aborto, eu não poderia tratar de outra coisa que não fosse esse direito sobre o nosso corpo que nos é negado.

Frente ampla por Diretas, já!

Já pensou se somássemos o dia 24, em Brasília, com o dia 28, no Rio de Janeiro, em uma forma diferente de fazer atos políticos? Vocês conseguem imaginar o rebuliço que ia dar no Brasil?