Curta dirigido pela ilustradora Nat Grego é um videoclipe da música de Reynaldo Bessa

Foto: Divulgação

Por Marilda Campbell

O Festival Internacional de Cinema de Santos divulgou os premiados da 9ª edição na última quarta (28), “O Futuro Que Me Alcance” foi escolhido como Melhor Filme na Mostra de Animação. O curta, dirigido pela ilustradora Nat Grego, é um videoclipe animado em 2D da música do cantor e compositor Reynaldo Bessa.

“O Futuro Que Me Alcance” é a primeira animação de música que Nat dirige e é seu segundo curta-metragem autoral. Em entrevista à Cine NINJA, a ilustradora conta que foi convidada para fazer o clipe pelo produtor musical Marcelo Abud. De cara, ela se identificou com o trabalho de Bessa e não teve dúvida em aceitar o convite.

“Como artista eles me deram muita liberdade e isso foi muito precioso para que o trabalho se desenvolvesse do jeito que foi. Não tivemos prazos fechados, amarrados, foi tudo muito flexível. Eu, realmente, fiz o que acreditava que era preciso”, revelou Nat Grego.

A narrativa do curta foi construída a partir de storyboards e flerta com o experimental, com o poético. Era um desejo de Nat que o vídeo tivesse muitas cores e grafismos, e todo processo foi conversado entre a diretora, Marcelo e Bessa.

Foto: Divulgação

Uma curiosidade foi que Nat ouvia a música durante o processo de criação dos storyboards e de animação como uma forma de se inspirar sobre as questões presentes na música, como: memória, maternidade, busca de identidade e futuro.

“A narrativa que o Bessa me oferecia, me trazia mais perguntas do que respostas. Uma imprecisão que é típica do ser humano e que deveria estar presente no clipe”, conclui Nat Grego. O resultado foi um vídeo leve, delicado e que faz o espectador viajar entre as palavras, a melodia e as imagens de “O Futuro Que Me Alcance”.

O curta foi selecionado em outros festivais de cinema no Brasil, Costa Rica, Estados Unidos e Inglaterra. Esse era um desejo da ilustradora desde o início do projeto, que a obra pudesse seguir uma trajetória no circuito audiovisual.

Sobre Reynaldo Bessa

Reynaldo Bessa é músico, escritor e poeta. Lançou sete CDs e publicou oito livros. Seu primeiro livro de poemas “Outros Barulhos” recebeu o prêmio Jabuti, em 2009. Seu livro de poemas, “Cisco no Olho da Memória”, obteve Menção Honrosa no Prêmio Internacional da União Brasileira dos Escritores, em 2014. Atualmente, Bessa está divulgando o seu sétimo álbum, “O Futuro Que Me Alcance”, que está disponível nas plataformas digitais.

Foto: Divulgação

Ficha técnica:

Direção, animação e ilustração: Nat Grego
Produção Musical: Marcelo Abud
Voz e violão: Reynaldo Bessa
Guitarras: Carlos Gadelha
Baixo/Sinth: Demétrius Carvalho
Bateria: Marcos Maia
Arranjo, gravação, mixagem e masterização: Caio Zan
Produtor Executivo: André Minassian
Estúdio: Play it Again (áudio)

Leia mais:

‘Quando Falta o Ar’, documentário das irmãs Helena e Ana Petta, é premiado no Santos Film Fest 2023