Com mais de 2,5 mil casos de coronavírus e 8 médicos mortos, Belém está em colapso

UTIs lotadas, atrasos do IML para retirada de corpos, profissionais de saúde sem equipamentos e alagamentos na cidade. O cenário da capital paraense é de caos.