Damares Alves, a ministra de Direitos Humanos.

Alguém tem que explicar para a Ministra da Disney que no Brasil são os príncipes que matam as princesas! Os príncipes, os namorados, o marido, o pai, o padrasto, o crush, o ficante, o amante, o guru, o ídolo, o padre, o professor, o médico. Na linha da estupidez que dizia que “as cotas produzem racismo” a Ministra Damares criticou as “ideologias” que defendem a igualdade entre gêneros, pois isso, segundo ela, incentivaria a violência contra a mulher.

“Os meninos vão ter que entender que as meninas são iguais em direitos e oportunidades, mas são diferentes por serem mulheres. E precisam ser amadas e respeitadas como mulheres. Enquanto os nossos meninos acharem que menino é igual a menina – como se pregou no passado, algumas ideologias – já que é igual, ela aguenta apanhar”, disse em vídeo divulgado pelo portal G1.

A violência contra as mulheres vem dos mais próximos e desse raciocínio infantilizante da Ministra! A autonomia e independência emocional, econômica, sexual, das mulheres é uma questão vital para sua sobrevivência e felicidade. A narrativa do amor romântico produz mais violência e assujeitamento! Se produz dependência não é amor é cilada, já diz a música.

Não pára ai! ” A ministra também deu exemplos do que o governo federal pretende ensinar nas escolas. “Nós vamos dizer para eles que elas são iguais em oportunidades e direitos, mas diferentes fisicamente e precisam ser amadas. Nós vamos ensinar os nossos meninos nas escolas a levar flores para as meninas, por que não? A abrir a porta do carro para a mulher, por que não? A se reverenciar para a mulher, por que não?”, disse.

Por que não devolver a Damares para o século XIX? Lá ela pode implementar essa política revolucionária: homens levam flores e abrem a porta do carro ou das carruagens para as mulheres!

As mulheres preferem sua parte em melhores salários, espaços de poder e decisão, representação, e não nesse romantismo bolorento e ultrapassado da Tia que oferece “abstrações” e clichês.

#8m

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

NINJA

Veto à Praça Marielle Franco é mais um gesto autoritário do governador do Distrito Federal

Roger Cipó

Reflexões sobre o amor na luta contra o racismo

NINJA

E quando quem tá para servir, te persegue?

Gabriel RG

Black face, white power

Daniel Zen

Passarinho que come pedra...

Tainá de Paula

Ô glória: o Rio de Janeiro no fundo do poço

Daniel Zen

Liberais na economia, nazistas nos costumes

NINJA

Quando se demonizam os evangélicos...

Victoria Henrique

Seria o incômodo o antônimo de admiração?

André Barros

Trump é o fim do mundo?!

Juan Manuel P. Domínguez

Gail Dines: “A pornografia é a máquina de propaganda do patriarcado”

Gabriel RG

Cosplay nazista de Roberto Alvim rompe a cortina ideológica de toda a direita

Boaventura de Sousa Santos

Para uma nova Declaração Universal dos Direitos Humanos I

Valentine

A luta de classes no Brasil tem a ver com raça e gênero, sim! Parte 1

Boaventura de Sousa Santos

Sopram bons ventos da Espanha