Foto: arquivo pessoal

Por Deives Picaz

Um fator bem importante para iniciar um discurso sobre o crime de lgbtfobia mais conhecido como homofobia é que precisamos entender que o nosso estado é Laico.

Preservar a laicidade de um Estado é reconhecer que ele é separado de qualquer religião, independente de sua base estrutural e quantidade de indivíduos que a frequentam.

O Estado não permite a interferência de correntes religiosas em assuntos estatais, nem privilegia uma ou algumas religiões sobre as demais. (Isso é o que temos em lei registrada).

Ou seja, usar sua religião, fé, crença… para promover discurso de ódio contra as pessoas pertencentes à comunidade lgbtqia+ (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e travestis etc) continua sendo crime.

A ideia de como o outro vive não se encaixar naquilo que você vê como um princípio no seu cotidiano não te dá o direito de intervir.

A cada 26 horas um jovem morre no brasil por ser gay, a comunidade LGBTQIA+ está interessada somente em lutar para que esses dados diminuam até que não existam mais.

A ciência já comprova que a homossexualidade não é uma escolha, muito menos uma doença, e como não há cura para aquilo que não é doença, iremos continuar com a vida que temos!

A luta pelos direitos LGBT’S é somente para que possamos viver, e ter uma vida digna assim como qualquer outra pessoa.

Parem de nos matar! A lgbtfobia não começa pela morte, começa pelo seu discurso que incentiva o agravamento dos ataques e nos levam a morte!

O estado é laico, sua religião serve para você e temos o direito de existir!

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

FODA

Qual a relação entre a expressão de gênero e a violência no Carnaval?

Márcio Santilli

Guerras e polarização política bloqueiam avanços na conferência do clima

Colunista NINJA

Vitória de Milei: é preciso compor uma nova canção

Márcio Santilli

Ponto de não retorno

Márcio Santilli

‘Caminho do meio’ para a demarcação de Terras Indígenas

SOM.VC

Gatunas: o poder da resistência e da representatividade na cena musical Paraibana

Jade Beatriz

CONAE: Um Marco na Revogação do Novo Ensino Médio

Ediane Maria

O racismo também te dá gatilho?

Bancada Feminista do PSOL

Transição energética justa ou colapso socioambiental: o momento de decidir qual rumo seguir é agora

XEPA

Escutar os saberes ancestrais para evitar a queda do céu, o sumiço do chão e o veneno no prato

William Filho

Legalização da maconha na Alemanha: o início de uma nova onda?

André Menezes

Os sons dos vinis: um papo com Dj Nyack, diretamente da Discopédia

André Menezes

Eu preciso falar sobre o desfile da Portela

William Filho

Minha dica ao novo secretário de Justiça

André Menezes

Tá no sangue: um papo sobre samba com os irmãos Magnu Sousá e Maurílio de Oliveira