Arte: Mídia NINJA

Mais uma aeronave inexplicável na vida da República, e, ambas, com a mesma carga: cocaína!

A primeira era uma helicóptero, nada inteligente, com um peso maior do que poderia suportar – mas a culpa foi do piloto… Foi o que disseram!

A segunda, um bimotor, adequada para o tamanho da carga, e, dessa vez, a culpa foi do tamanho da Fazenda, ou seja, o homem tem uma fazenda onde é possível descer e subir sem ser percebido… Como é possível isso!

Bem, aconteceu, intencional ou não, um encontro entre negócios com o agro…

Fico pensando nesses encontros indesejáveis e nos encontros indesejados…

Como o encontro entre a bancada evangélica e a bancada do agronegócio, que os povos originários execram e a floresta teme, esses que têm a terra que os indígenas deveriam usufruir, mas que os indesejáveis conseguem usar…

Até quando vai isso!

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Juan Espinoza

Você sabe se Lula já é presidente?

Colunista NINJA

De mais uma COP de ‘blá blá blá’ para um acordo global pela infância

Juan Manuel P. Domínguez

O sinistro do golpismo

Juca Ferreira

Vencer ou vencer!

Observatório das Eleições 2022

Em SP, Lula amplia votação do PT em todas as cidades. Bolsonaro perde votos em 3 a cada 4 municípios

Márcio Santilli

Intervenção extraterrestre

Márcio Santilli

A arca do Lula

Juan Manuel P. Domínguez

Haiti, a revolução da consciência negra

Márcio Santilli

Valdemar manobra para segurar Bolsonaro

Jorgetânia Ferreira

Mataram João do Teatro em Araguari, Minas Gerais

Rede Justiça Criminal

Como o bolsonarismo resiste no Congresso e a mobilização da sociedade civil também

Colunista NINJA

80 anos de Paulinho da Viola e seu feitiço maduro

Observatório das Eleições 2022

Um Ministério dos Povos Originários: algumas reflexões sobre a proposta de Lula

Observatório das Eleições 2022

Eleitores do exterior dão a Lula sete pontos de vantagem sobre Bolsonaro, mas são esquecidos pelos analistas