No quarto episódio da série A Bíblia e os Direitos Humanos, Pastor Ariovaldo conta que segundo um texto bíblico, aquele que furtava, não furte mais. Antes trabalhe, fazendo com as próprias mãos o que é bom para que tenha com o que acudir ao necessitado. A função social do trabalho é para enriquecer a sociedade. O contrário de roubar no novo testamento é trabalhar em função do progresso de todos, logo o empreendedorismo que a bíblia apoia é chamado de empreendedorismo social. Assista!

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Boaventura de Sousa Santos

O desenvelhecimento do mundo

Preta Rara

Ministro Paulo Guedes, fui empregada doméstica e preciso te dizer uma coisa

Roger Cipó

A racialização do homem branco que se faz de régua e regra

Ivana Bentes

As ricas também sofrem!

Renata Souza

E o pessoal dos Direitos Humanos? 

André Barros

Politizar é carnavalizar

Ana Claudino

Feminismo, Big Brother, bolhas e classes sociais

Ana Júlia

Continuaremos a apoiar meninas e mulheres na ciência?

Daniel Zen

Acessibilidade e portabilidade à prova da ignorância

André Barros

ARESP 1625710/RJ do plantador de maconha

Tatiana Barros

Madá, o ciberespaço e a história da internet

Daniel Zen

Um Posto Ypiranga sem combustível

Randolfe Rodrigues

A demagogia governamental contra o Bolsa Família

Ana Claudino

O amor camarada sapatão

Cleidiana Ramos

O culto a São Lázaro faz lembrar dos corpos que se deseja esquecer