Foto: Divulgação / Instagram / Montreux Volley Masters

Por Dhidi Sants para cobertura colaborativa da NINJA Esporte Clube

Conhecida nas redes como ”fada vegana do vôlei”, a levantadora da seleção de vôlei do Brasil Macris aderiu ao veganismo há cerca de três anos. Em entrevista ao Globo Esporte, afirmou que ficou motivada a mudar a alimentação após constatar que não havia perda física e que seu desempenho e disposição melhoraram bastante. Enfatizou ainda que não se trata de apenas de proposta alimentar, como também de uma filosofia de vida, após tomar consciência de como suas escolhas influenciam pessoas, a vida animal e o meio ambiente.

Já Carol, meio de rede da seleção de vôlei, vegana há quase dois anos, deixava de comer certos alimentos para evitar gordura e inflamações pelo corpo. Nas palavras da Carol, em publicação em seu perfil, a atleta afirmou que respeitar todas as formas de vida te ajuda a entrar em sintonia com você mesmo e o universo.

Estreando em Olimpíadas, essa dupla chega à seleção em busca de mais um título olímpico do Brasil no vôlei feminino, vamos torcer pelas meninas.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Macrís Carneiro (@macriscarneiro)

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Colunista NINJA

Memória, verdade e justiça

FODA

Qual a relação entre a expressão de gênero e a violência no Carnaval?

Márcio Santilli

Guerras e polarização política bloqueiam avanços na conferência do clima

Colunista NINJA

Vitória de Milei: é preciso compor uma nova canção

Márcio Santilli

Ponto de não retorno

Andréia de Jesus

PEC das drogas aprofunda racismo e violência contra juventude negra

Márcio Santilli

Através do Equador

XEPA

Cozinhar ou não cozinhar: eis a questão?!

Mônica Francisco

O Caso Marielle Franco caminha para revelar à sociedade a face do Estado Miliciano

Colunista NINJA

A ‘água boa’ da qual Mato Grosso e Brasil dependem

Márcio Santilli

Agência nacional de resolução fundiária

Márcio Santilli

Mineradora estrangeira força a barra com o povo indígena Mura

Jade Beatriz

Combater o Cyberbullyng: esforços coletivos

Casa NINJA Amazônia

O Fogo e a Raiz: Mulheres indígenas na linha de frente do resgate das culturas ancestrais

Rede Justiça Criminal

O impacto da nova Lei das saidinhas na vida das mulheres, famílias e comunidades