A segunda edição do BEE Lesbian Film Festival irá acontecer de forma presencial nos dias 16 e 17 de março, no Centro Cultural da Diversidade, em São Paulo

O BEE Lesbian Film Festival 2024 acontece nos dias 16 e 17 de março, no Centro Cultural da Diversidade, em São Paulo (Foto: Marcela Maldonado)

O BEE é o primeiro festival de cinema lésbico do Brasil e teve sua primeira edição, de forma online, no ano passado. O projeto foi criado e é realizado por Alexia Araujo e Ana Cavazzana, ambas cineastas que têm como foco o público LBTQ. Em 2024, o festival conta com o apoio da Prefeitura de São Paulo, Secretaria de Cultura de São Paulo e do Centro Cultural da Diversidade, além de ser produzido pela Cavazz Filmes e Lesbocine.

O evento oferece uma imersão ao cinema e à representatividade lésbica. Além de uma mostra de filmes lésbicos, o festival também contará com palestras e oficinas da área audiovisual ofertadas por mulheres LBTQ e feira de arte.

Entre as palestrantes participantes estão Alícia Abe, diretora de fotografia que dará uma palestra sobre a área. Alice Chiappetta, produtora executiva e CEO do Lesbocine, que dará uma palestra sobre produção executiva. Luana Leobas, editora de som e produtora musical que ofertará uma oficina de introdução ao som e áudio para o cinema. Nicole Gullane, roteirista e diretora, e Letícia Yabá, roteirista e produtora, que darão uma palestra sobre representatividade lésbica no cinema. Prix Clementino, diretora que dará uma oficina de assistência de direção. E Alexia Araujo e Ana Cavazzana, ambas cineastas e criadoras do festival, que irão ofertar uma oficina de roteiro cinematográfico. Além disso, o festival contará com um show da banda ExaustaSamba e a apresentação de Stand-Up Comedy de Marta Guerreiro. Durante os dois dias de evento, também terá um espaço com Feira de Arte por artistas LBTQ.

Os filmes presentes na mostra estão concorrendo em diversas categorias, incluindo de Melhor Diretora LBTQ. Os filmes vencedores das categorias Melhor Curta-metragem Nacional e Melhor Curta-metragem Internacional ainda receberão prêmio em dinheiro. As juradas das mostras serão Natalie Smith, diretora e produtora da websérie Stupid Wife, Lesbocine, o maior portal LBTQIA+ da América, e Thais Lago, atriz baiana. O festival também lançará neste ano uma categoria para filmes lésbicos indígenas produzidos por mulheres LBTQ, que terá início na próxima edição.

Todo o evento é gratuito e as inscrições para as palestras e oficinas podem ser realizadas online pelo perfil do festival. O evento ainda irá contar com acessibilidade para pessoas surdas.

O quê: Bee Lesbian Film Festival
Onde: Centro Cultural da Diversidade (R. Lopes Neto, 206 – Itaim Bibi – São Paulo – SP)
Quando: 16 de março, das 14h às 22h, e 17 de março, das 14h às 19h.

Informações e programação podem ser acessadas no perfil oficial do festival: @beefilmfestival

Leia mais:

Cinema e ativismo: um papo com Alexia Araujo e Ana Cavazzana, realizadoras do Festival Multicultural de Visibilidade Lésbica

Confira os melhores momentos da cobertura NINJA da 27ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Uma voz para o Brasil: entrevistamos Leci Brandão