Foto: Mídia NINJA

Roberto Cabral é biólogo, educador ambiental e desde jovem atua na defesa do meio ambiente, sobretudo pela proteção dos animais, combatendo o tráfico, o desmatamento e o garimpo. Por uma necessidade de fortalecer as leis ambientais no Brasil, Roberto se lançou ao desafio de buscar uma vaga de deputado federal em Brasília pela Rede Sustentabilidade.

“Eu fui coordenador de operações do Ibama quando a gente conseguiu baixar de 12 mil km² de desmatamento na Amazônia para menos de 6 mil km². E hoje, nesses últimos anos de governo Bolsonaro, a gente já atingiu 13 km² por ano de desmatamento”, lamenta. “Parece só números, mas eu trabalho no meio da Amazônia e vejo que não são só números. São árvores que caíram, animais que morreram, uma floresta verde que virou um deserto cinza”.

Quando jovem, Roberto entrou no escotismo para aprender a sobreviver na selva e atuar na defesa da floresta na prática. Chegou a assumir a chefia da tropa influenciando muito em sua formação. Para fazer frente ao tráfico de animais silvestres, firmou um acordo cooperação entre a Polícia Militar Ambiental e o Colégio de Aplicação. Esta parceria possibilitou à Polícia ter os animais apreendidos identificados, além do auxílio do laboratório do Colégio na reabilitação dos animais silvestres.

“A última pessoa que foi pega com 500 canários-da-terra, era a 16ª vez que ele fazia esse tipo de atividade e saiu na nossa frente na delegacia. Então a lei de crimes ambientais precisa mudar. A gente realmente precisa deixar claro que o Brasil não aceita a caça”, disse. “93% da população brasileira é contra a caça”.

NINJA nas eleições

Esta entrevista faz parte de um projeto autônomo da Mídia NINJA para visibilidade para candidaturas antifascistas.

Quer saber mais da candidato? Siga nas redes sociais:

▪️ Instagram – instagram.com/robertocabral.18
▪️ Facebook – facebook.com/1800robertocabral
▪️ Twitter – twitter.com/RcabralborgesGm