O voo, conduzido pela Força Aérea Brasileira (FAB), faz parte de uma série de operações de resgate em andamento desde o início do conflito na região

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Na madrugada desta segunda-feira (11), 48 brasileiros, sendo 11 cidadãos brasileiros e 37 familiares, desembarcaram no Brasil em mais uma fase da operação de repatriação liderada pelo governo federal. Essa iniciativa visa trazer de volta ao país os brasileiros e seus familiares que se encontravam na Faixa de Gaza, uma zona de conflito no Oriente Médio.

O voo, conduzido pela Força Aérea Brasileira (FAB), faz parte de uma série de operações de resgate em andamento desde o início do conflito na região. Com a chegada desta comitiva, o número total de repatriados provenientes de Israel já atingiu a marca de 701 pessoas, ressaltando o empenho do governo brasileiro em assegurar o retorno seguro de seus cidadãos.

No próximo domingo (15), está programada a chegada de mais um voo da FAB ao Rio de Janeiro, transportando 215 repatriados de Israel. Esses esforços continuados reforçam o comprometimento do governo em trazer de volta aqueles que se encontram em meio ao conflito na região do Oriente Médio.

A operação ganha contornos emocionais com relatos como o da pesquisadora Priscila Grimber, que, ao retornar, reencontrou sua filha mais nova, de quinze anos. “Muito ruim estar lá e ouvir as bombas, as coisas”, compartilha a pesquisadora, evidenciando o impacto psicológico da experiência vivida na zona de conflito.

A operação de resgate mantém a prioridade em garantir a segurança e o retorno de brasileiros e seus familiares, destacando a importância dos esforços conjuntos e dos recursos mobilizados para enfrentar os desafios impostos pela situação na região do Oriente Médio. O governo brasileiro continua monitorando de perto a evolução da situação, reafirmando seu compromisso em pedidos por cessar-fogo.