Foto: Ricardo Stuckert

O presidente Lula anunciou a construção de 100 novas unidades dos institutos federais em todo o Brasil, em uma iniciativa que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do ensino superior. Além disso, o governo brasileiro vai financiar a construção do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em Fortaleza. Em um fato inédito, a capital cearense sediará a primeira unidade do ITA fora de São Paulo.

“Vamos lançar mais 100 institutos federais no país para que a gente mostre ao mundo que a gente gosta de exportar, soja, milho, carne, avião, qualquer produto. Mas a gente agora quer começar a exportar conhecimento, inteligência brasileira”, afirmou. “O salário do professor é pequeno. Mas o negócio é que a função de professor é muito nobre. O piso ainda é baixo. Estamos tentando recuperar a economia desse país e quando a gente recuperar a gente vai tratar da educação com mais carinho e uma das coisas é tratar da remuneração do professor brasileiro”, disse Lula.

Segundo o ministro da Educação Camilo Santana, a Base Aérea Militar será o local das aulas do ITA – Ceará, que terão início após a assinatura do decreto. O ITA em Fortaleza oferecerá dois cursos, ambos com 25 vagas: Engenharia de Energias, abordando temas como energias renováveis, solar, eólica e hidrogênio verde, e Engenharia de Sistemas, focando na área de tecnologia da informação.

“O papel do estado é garantir, para todas as pessoas, igualdade de oportunidades. A chance de disputar a mesma coisa em igualdade de condições” disse o presidente. “A única coisa que quero é que o Nordeste tenha a mesma oportunidade que os outros estados mais ricos do país. E a educação é fundamental”, afirmou Lula, que está em Fortaleza.