Premiados foram anunciados neste sábado (27); confira a lista

Foto: Leo Fontes/Universo Produção

Após nove dias de programação intensa e diversa, a 27ª Mostra de Cinema de Tiradentes realizou, neste sábado (27), o encerramento do evento e a tão aguardada cerimônia de premiação dos filmes presentes nas mostras competitivas: Aurora, Autorias e Olhos Livres; além de outros prêmios.

E o grande vencedor desta edição da Mostra foi “Lista de Desejos para Superagüi” (PR), premiado na “Mostra Aurora”, a principal de longas. Com direção de Pedro Giongo, o filme faz um um mergulho no cotidiano e na intimidade de pescadores de uma região litorânea do Paraná quase sempre vista apenas como espaço turístico, mas que guarda um tipo de encanto humano, captado pela câmera e sensibilidade do cineasta.

O prêmio foi concedido pelo Júri Oficial, formado por críticos, pesquisadores e profissionais do audiovisual. No texto de justificativa, o grupo afirma que “Lista de Desejos para Superagüi” combina refinamento de linguagem e trabalho destacado de trilha sonora, fotografia e montagem a uma relação direta com a realidade que retrata. “Sem ceder ao melodrama da comiseração, o filme mostra a ancestral violência brasileira contra os despossuídos”, diz o texto, lido na cerimônia.

Conheça os vencedores da 27ª Mostra de Tiradentes:

Premiação WIP – Conexão Brasil CineMundi

Prêmios CTAV, The End: “Ausente” (MG), de Ana Carolina Soares
Prêmio O2 Pós: “Novembro” (PE), de Milena Times
Prêmio Málaga WIP: “Suçuarana” (MG), de Clarissa Campolina e Sérgio Borges

Prêmio Canal Brasil de Curtas – Melhor Curta da Mostra Foco eleito pelo Júri do Canal Brasil

“Eu Fui Assistente do Eduardo Coutinho” (RJ), de Allan Ribeiro

Melhor Curta da Mostra Foco eleito pelo Júri Oficial

“Eu Fui Assistente do Eduardo Coutinho” (RJ), de Allan Ribeiro

Prêmio Helena Ignez – Destaque Feminino – Júri Oficial

Kerexu Martim, diretora do filme “Aguyjevete Araxi’I” (SP)

Prêmio Carlos Reichenbach – Melhor Longa da Mostra Olhos Livres eleito pelo Júri Jovem

“Aquele que Viu o Abismo” (SP), de Negro Léo e Gregório Gananian

Prêmio Abraccine – Mostra Autorias

“Estranho Caminho (CE), de Guto Parente

Melhor Curta eleito pelo Júri Popular

“Soneca e Jupa” (MG), de Rodrigo R. Meireles

Melhor Longa eleito pelo Júri Popular

“As Primeiras” (SP), de Adriana Yañez

Melhor Longa da Mostra Aurora eleito pelo Júri Oficial

“Lista de Desejos para Superagüi” (PR), de Pedro Giongo

Menção Honrosa da Mostra Aurora

“Maçãs no Escuro” (SP), de Tiago A. Neves