Foto: Reprodução

Por Noé Pires

Jorge Ben Jor é um verdadeiro ícone da música mundial. Sua genialidade musical o colocou no topo da lista dos maiores artistas do Brasil, sendo reconhecido pela revista Rolling Stone Brasil como o 5º maior artista da história da música brasileira em 2008.

Jorge Ben Jor, com 84 anos, não lançava uma música nova desde 2018, quando gravou São Valentim, de autoria própria, para a campanha de uma empresa de telefonia. Agora, o músico traz uma gravação inédita para trilha sonora do novo filme de Jay-Z, “The Book of Clarence”, com o álbum “All About You”. Sua participação na trilha do longa, repleta de grandes nomes da música negra contemporânea, mostra seu prestígio internacional.

“All About You” é um dueto bilíngue em inglês e português, produzida em parceria pelo diretor do longa, Jeymes Samuel, também compositor, que toca e canta em todas as faixas.

A diversidade e originalidade do estilo musical de Ben Jor são marcantes, mesclando elementos do rock and roll, samba, bossa nova, jazz, maracatu, funk, ska e até mesmo hip hop. Suas letras são uma mistura cativante de humor, sátira e temas esotéricos, refletindo a riqueza cultural e criativa do Brasil.

A influência de Jorge Ben Jor é inegável, tendo impactado gerações posteriores e inspirado uma miríade de artistas. Sua capacidade de incorporar novos elementos no samba e na maneira de tocar violão, trazendo influências africanas e árabes oriundas de sua mãe etíope, o tornam uma figura singular na história da música brasileira.

Seus sucessos “Mas Que Nada” e “Chove Chuva” demonstram sua habilidade em transcender os limites da bossa nova e do samba, desafiando os puristas e mostrando uma musicalidade moderna e inovadora. Jorge Ben Jor é um verdadeiro visionário que continua a encantar e influenciar pessoas através de sua música atemporal.

Por meio de suas contribuições únicas para a música brasileira, que ecoa através das gerações. Sua influência pode ser sentida em artistas contemporâneos como Mundo Livre S/A, Os Paralamas do Sucesso, Skank, Fernanda Abreu, Racionais MC’s e Belô Velloso, provando que seu impacto perdura no cenário musical brasileiro.