Confira os destaques da programação da 29ª edição do evento

Foto: Divulgação

Por Lilianna Bernartt

Um dos mais prestigiados Festivais de cinema, o Festival Internacional de documentários – É tudo verdade chega esta semana com sua 29ª Edição.

No Rio de Janeiro, a abertura do Festival acontece nesta quarta-feira (03) e em SP, o evento dá início na quinta feira (04).

Entre os destaques da programação está 21ª Conferência de documentário, que acontece a partir do dia 09 de abril, tendo seu início com uma Master Class do cineasta Mark Cousins, que também terá a retrospectiva de sua obra apresentada durante o Festival, incluindo seu mais recente filme: “Cinema tem sido meu verdadeiro amor: O Trabalho e a Vida de Lynda Myles”.

Em comemoração ao centenário de seu nascimento, o Festival também apresenta uma retrospectiva da obra do cineasta e fotógrafo Thomaz Farkas, além de ter o mesmo como tema na conferência.

No que diz respeito aos destaques nacionais, temos a apresentação do novo filme da premiada diretora Helena Solberg, “Um filme para Beatrice” (2024). O filme, responsável pela sessão de abertura do Festival, tenta responder a pergunta “Como vão as mulheres”, através de elementos dos filmes da própria cineasta, dos anos 60 até os dias de hoje.

Outro destaque feminino no Festival é para a prolífera cineasta Susanna Lira. Ela retorna ao Festival este ano para apresentação de seu novo documentário “Fernanda Young: Foge-me ao controle”.

O documentário aborda a trajetória da multi artista Fernanda Young, falecida em 2019, através de colagens disruptivas de arquivo, paisagens visuais e sonoras de momentos íntimos da artista.

O diretor Eduardo Escorel também participa do Festival com seu novo filme “Antonio Candido, Anotações finais”, que se debruça sobre os escritos do sociólogo Antonio Candido que, quando faleceu, deixou 74 cadernos escritos. O filme se debruça sobre os 2 últimos.

O cineasta Angelo Defanti também é destaque com seu documentário: “Veríssimo”.

Depois de adaptar a obra de Luis Fernando Veríssimo em seu último filme, “Clube dos Anjos”, Defanti traz Veríssimo como protagonista, abordando os dias que antecedem seu aniversário de 80 anos, apresentando o lado íntimo e peculiar o famoso escritor.

O encerramento do Festival fica por conta do filme “Luiz Melodia — No Coração do Brasil” de Alessandra Dorgan. O filme traz o próprio cantor como narrador de sua história, com imagens raras de entrevistas, shows e momentos pessoais.

O Festival É Tudo Verdade acontece até o dia 14 de abril, e traz mais de 70 documentários, totalmente gratuitos em sua programação. Lembrando, por fim, que os filmes vencedores dos prêmios dos júris nas Competições Brasileiras e Internacionais de Longas/médias e de curtas metragens estarão automaticamente classificados para apreciação à disputa pelo Oscar ano que vem.

Confira a programação completa no site do É Tudo Verdade.