Foto: Federico Gambarini/Getty Images

Por Diego Laguna

O último grupo da copa começou com a batalha entre uruguaios e sul-coreanos, finalizada com um tenso 0 x 0 no estádio Education City. O resultado refletiu uma partida sem uma superioridade clara, com lances muito restritos à faixa de meio de campo. O embate deixou claro que os dois times vão brigar fortemente por uma das vagas do grupo, e que o favoritismo do Uruguai ficou no papel, pelo menos por enquanto.

A etapa inicial começou com uma Coreia do Sul muito intensa e um Uruguai reativo. Heung-min Son, estrela da companhia sul-coreana, liderou as investidas ofensivas de sua seleção, contra uma defesa já mais experiente e cascuda da seleção celeste. A criatividade de um renovado meio de campo uruguaio, no entanto, nivelaram as ações com jogadas perigosas. O sul-coreano Hwang Ui-jo, em chute equilibrado de dentro da área, e o uruguaio Diego Godín, em cabeçada na trave, tiveram as melhores oportunidades de balançar as redes do deserto. Primeiro tempo nervoso, mas sem trazer grandes dificuldades para os arqueiros de cada equipe.

A bola rolou no segundo tempo ainda com poucas finalizações, mas mantendo a intensidade vista na primeira parte da jogo. A Coreia do Sul mais uma vez começou dominando as ações ofensivas, enquanto a celeste se restringiu a alguns contra-ataques oferecidos pelas linhas adiantadas do adversário, com exceção de um chute perigoso de Valverde na trave. Um cenário diferente daqueles que desenhavam um favoritismo claro para os sul-americanos. A expectativa era para a entrada de Cavani e De Arrascaeta, que poderiam mudar o panorama do jogo. Somente o primeiro teve a oportunidade, e pouco conseguiu fazer em uma partida muito truncada. O maestro uruguaio e rubro-negro se recupera de uma pubalgia e deve entrar no decorrer do torneio. Os dois países seguem firmes em busca de uma vaga nas oitavas de final.

As seleções voltam aos holofotes do deserto na próxima segunda, dia 28. A seleção da América do Sul entra em campo novamente para o grande jogo do grupo, contra Portugal, às 13 horas. Já os asiáticos vão para cima de Gana, às 10 horas. Todos os jogos válidos pelo grupo H.

Confira a cobertura completa no fio abaixo:

Texto produzido em cobertura colaborativa da NINJA Esporte Clube