Assista ao trailer com exclusividade na Cine NINJA

Noam Chomsky no filme Utopia Tropical. Foto: João Amorim

“Utopia Tropical”, o novo documentário de João Amorim, diretor de 2012 Tempo de Mudança (2010), já tem data de estreia. O filme, que aborda o surgimento dos governos de esquerda da América Latina nas últimas décadas, chegará aos cinemas no dia 07 de março, com a distribuição da O2 Play.

A obra, elogiada por Luiz Carlos Barreto como “o maior filme feito na história do cinema brasileiro”, propicia uma experiência envolvente e instigante – mergulhando nas complexas relações Brasil-EUA e nas nuances da política latino-americana.

Produzido pela Amorim Filmes, “Utopia Tropical” é um mergulho nas complexidades latino-americanas através de conversas entre Noam Chomsky e Celso Amorim. Este documentário é visualmente enriquecido por animações de César Coelho, fundador do Anima Mundi, e uma pesquisa detalhada de imagens de arquivo. A narrativa é costurada com uma trilha sonora original de Filipe Rasta e inclui canções icônicas de Gilberto Gil, Chico Buarque e Caetano Veloso, adicionando uma camada rica de cultura musical brasileira à história de luta e esperança da região.

“Utopia Tropical” traz Chomsky e Amorim analisando as consequências das mudanças para as minorias, as populações afrodescendentes e indígenas, além de seus efeitos no meio ambiente e na economia dos países latino-americanos. “Apesar de em Utopia Tropical fazermos um retrato das últimas décadas, o filme fala justamente da necessidade de estarmos alertas, trabalhando juntos para uma sociedade mais justa, que respeite e dê voz à diversidade, à natureza, aos povos originários” , comenta Amorim.

Foto: César Coelho

Foto: César Coelho

“Utopia Tropical” passou pelo Festival do Rio, Festival de Brasília, Mostra de São Paulo e Festival de Havana e foi selecionado para o Festival Indie Independente de Madrid, Festival de Cinema Brasileiro de Paris, FIFDH, Festival Independente de Cinema da Europa e London Director Awards. O filme também recebeu o prêmio de Melhor Documentário no Caribbean Sea International Film Festival, na Venezuela, e no Portugal Indie Film Festival.

“Acredito que estamos sujeitos a grandes ciclos históricos, e certamente existe uma vontade da classe dominante de permanecer no poder e isso se aplica a nações também. No caso da relação entre Estados Unidos e a América Latina, podemos evidenciar esses ciclos com clareza. Como Celso diz, toda vez que surge um governo de esquerda, nacionalista, com enfoque em causas sociais, ele é seguido de um golpe, ou uma tentativa de tomada de poder”, completa.

De acordo com o diretor, os temas abordados no filme vão além da América Latina e têm relação direta com questões globais como economia, paz, desigualdade, mudanças climáticas e política.

Noam Chomsky e Celso Amorim em Utopia Tropical. Foto: Guilherme Maculan

Confira o trailer:

Sobre o diretor

João Amorim é diretor de cinema com foco em animação e documentários. Em 2010, seu primeiro longa-metragem, 2012 Tempo de Mudança, com David Lynch, Sting, Ellen Page, Gilberto Gil, foi classificado pela agência de notícias Reuters como um dos dez filmes por trás do movimento Ocupe Wall Street. Já a animação do diretor Chicago 10, de 2007, abriu o Festival de Sundance desse ano e também foi nomeada ao Emmy em 2009. Além disso, dirigiu os documentários Água e Cooperação, A Voz das Avós e Agroflorestar, e, mais recentemente, assinou a direção e produção geral da nova Vila Sésamo.

Ficha Técnica

Direção: João Amorim
Roteiro: João Paulo Reys e João Amorim
Argumento: João Amorim e Rafaela Camelo
Elenco: Noam Chomsky e Celso Amorim
Direção de Animação: César Coelho
Produção Executiva: Sara Rocha
Direção de Produção: Lucas Arake
Direção de Fotografia: Matheus Bastos e Elder Miranda Jr.
Montagem: Tainá Menezes, Edt.
Trilha Original: Filipe Rasta
Distribuição: O2 Play
Duração: 77 minutos

Sobre a Amorim Filmes

A Amorim Filmes é uma produtora do Distrito Federal fundada em 2011. A empresa se dedica à produção de séries documentais, conteúdo infantil e animação, com forte atuação na área socioambiental.

Foi responsável por supervisionar a produção da Sesame Workshop, (Vila Sésamo) no Brasil entre 2014-2020, produzindo inúmeras campanhas de utilidade pública para a empresa, assim como a série em animação O Desafio do Elmo e diversos quadros para a nova temporada da Vila Sésamo (TV Cultura e TV Brasil 2017). Entre seus documentários estão Água e Cooperação, Reflexões para um novo tempo, A Voz das Avós e Agroflorestar, todos veiculados no Canal CineBrasilTV. É de sua autoria a série documental de 13 episódios de 26 minutos de duração Manual de Sobrevivência para o Século 21 com o ator, ativista e produtor de orgânicos, Marcos Palmeira, veiculada no CineBrasil TV, NatGeo e mais recentemente no Canal Futura. Também assina a produção da série Bela Raízes, protagonizada por Bela Gil, exibida no Canal Futura e no Amazon Prime.

A Amorim realizou, recentemente, duas temporadas da série infantil Thiago & Ísis e os Segredos do Brasil, que estreou em 2023 na TV Brasil e Canal Futura. Além do documentário Utopia Tropical, em 2023, produziu o longa-metragem Thiago & Ísis e os Biomas do Brasil, com lançamento marcado para o próximo ano. Está prevista a realização do Manual de Sobrevivência para o Século XXI – 2ª temporada e Política Substantivo Feminino, com apresentação de Letícia Sabatella, no biênio 2024/2025.

Sobre a distribuidora O2 Play

A O2 Play é dirigida por Igor Kupstas sob a tutela de Paulo Morelli, sócio da O2 Filmes. A distribuidora faz parte do grupo O2, que também tem como sócios o cineasta Fernando Meirelles e a produtora Andrea Barata Ribeiro.

Em atividade desde 2013, a O2 Play se diferencia das demais distribuidoras por trabalhar, além do cinema, TV e vendas internacionais, o VOD (Video on Demand) – licenciando conteúdo para além de 30 plataformas digitais.

Já foram mais de 80 filmes lançados em cinemas, entre títulos brasileiros premiados, como Sócrates e Chorão – Marginal Alado, e internacionais, em parceria com a Netflix, como O Irlandês, Dois Papas, Não Olhe Para Cima, Bardo e Pinóquio por Guillermo Del Toro – estes dois últimos indicados ao Oscar® 2023.

A lista de longas ainda inclui parcerias com a MUBI: Annette, que abriu o Festival de Cannes 2021 e conquistou o Prêmio de Melhor Direção, Crimes of the Future, que estreou no Festival de Cannes 2022, o vencedor do Oscar® 2022 de Melhor Filme Internacional Drive My Car, o vencedor do Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes 2022 Holy Spider, o indicado ao Oscar® 2023 de Melhor Ator Aftersun e o indicado ao Oscar® 2023 de Melhor Filme Internacional Close.