Roberto Jefferson vai à Júri Popular por tentantiva de homicídio contra policiais que irão prendê-lo

Foto: Roberto Jefferson

Uma agente da Polícia Federal (PF) que ficou ferida durante o cumprimento de um mandado de prisão do ex-deputado Roberto Jefferson entrou com uma ação na Justiça do Rio de Janeiro, pedindo uma indenização de R$ 1 milhão. A agente Karina Lino Miranda foi atingida de raspão no rosto e no quadril durante a operação, que também deixou ferido o delegado federal André Côrtes Villela.

O ex-deputado reagiu à prisão disparando contra os policiais federais e lançando uma granada contra a equipe.

De acordo com a advogada Estela Lopes, que representa a agente, Karina sofreu lesões físicas, estéticas, psicológicas, à imagem e à honra, com sequelas que perduram até hoje. A policial teve que passar por cirurgias devido aos ferimentos e perdeu sensibilidade nas áreas atingidas.

O processo também alega que a imagem de Karina foi exposta por Roberto Jefferson, o que resultou em perseguição. O ex-deputado gravou e publicou imagens dos policiais em redes sociais. Recentemente, o juízo da 1ª Vara Federal de Três Rios decidiu que Jefferson irá a júri popular pela tentativa de homicídio dos dois policiais federais.

*Com informações da Agência Brasil

Leia mais:

Roberto Jefferson irá a júri popular por tentativa de homicídio contra policiais federais