Foto: Mídia NINJA

As ruas da vizinha Argentina estão coloridas de verde nesta segunda-feira (19). Há mais de 14 anos, a Campanha pelo Aborto promove ações sobre o tema nesta data para tornar mais visível o debate parlamentar. Para celebrar o marco da promulgação da Lei 27.610 em janeiro de 2021 e reforçar que não aceitarão um passo atrás nesta caminhada, as argentinas fazem atos pelo país.

Há seis anos o “pañuelo verde” (lenço verde) estampa a força do debate no Congresso argentino, sendo o símbolo global da luta pelo aborto livre, gratuito e seguro, que é legalizado no país desde o final de 2020.

A manifestação deste Dia de Ação Verde pelo Direito ao Aborto, divulgada nas redes com a hashtag #19F, também faz frente ao governo Milei e suas retrógradas posições que tentam avançar sobre direitos conquistados.

Segundo o texto da lei, pessoas com capacidade de gestar têm direito a decidir pelo aborto até a 14ª semana de gestação; requerer e acessar os serviços de saúde; requerer e receber atendimento médico depois do procedimento sem prejuízo jurídico; e prevenir-se de gravidez indesejada mediante acesso a informação, educação sexual integral e métodos contraceptivos.

Outros países latinos engrossam o coro em defesa da legalização e descriminalização do aborto legal, seguro e gratuito.