Antes de apagão deixar 1,5 milhões sem energia em São Paulo, Enel cortou 36% dos funcionários

A falta de atendimento ao cliente e a perda de alimentos nas geladeiras são algumas das frustrações relatadas pelos moradores e trabalhadores afetados