O congresso tem como objetivo promover o diálogo e a reflexão sobre a literatura comparada

Foto: Reprodução / Redes Olívia Santana

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, teve uma participação especial na abertura da 17ª edição do Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada (Abralic), realizada em um hotel na cidade nesta segunda-feira (10), ao lado da filósofa estadunidense Angela Davis.

O congresso, que tem como objetivo promover o diálogo e a reflexão sobre a literatura comparada, contou com a presença de grandes nomes do cenário literário e intelectual. Anielle Franco, além de ministra, também é professora, e destacou a importância de participar de um evento internacional de Literatura ao lado de personalidades inspiradoras como Angela Davis.

Durante o primeiro dia do congresso, Anielle Franco e a escritora mineira Conceição Evaristo participaram de uma discussão sobre o tema “O radical projeto estético, político e ético das mulheres negras para a invenção de um mundo comum”. A videoconferência permitiu a participação de Conceição Evaristo, enquanto Anielle esteve presente fisicamente no local.

A mediação ficou a cargo da doutora em Literatura Comparada Florentina Souza, professora do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Um dos momentos mais aguardados do congresso será a mesa redonda com Angela Davis, intitulada “Abolicionismo. Feminismo. Já?”. O evento ocorrerá no auditório da Faculdade de Direito da UFBA e contará com a presença das professoras Gina Dent, editora do Black Popular Culture, e Denise Carrascosa, doutora em Crítica Literária pela UFBA. A mesa será mediada pela renomada professora Feibriss Cassilhas, doutora em Estudos da Tradução.