.

Por Leandrinha Du Art e Jonas Maria

É tempo de se orgulhar de cada pequeno passo rumo a grandes conquistas, olhar pra dentro de si e buscar em meio feridas de guerra motivos pra continuar incansávelmente tentando.
Já chegamos longe, muitos antes de nós possibilitaram que hoje estivéssemos aqui, mais fortes do que nunca.

Agora, é tempo de abrir caminhos com unhas e dentes para as futuras gerações, que terão a obrigação de atualizar nossos discursos e narrativas. A exaustão bate a porta no decorrer da trajetória e somente entre nós é que nos fortalecemos.

Eu quero que minha comunidade sinta orgulho de poder viver dignamente e não só sobrevivam, mas vivam com todos seus direitos garantidos, moradia, emprego, visibilidade e segurança. Quero que a gente celebre a diversidade e o respeito à diferença, não a sobrevivência de mais um ano.

Impulsione pessoas LGBTQIAP+. Ouça o que temos a dizer. Celebre nossa comunidade e esteja ao nosso lado, para que possamos avançar e construir juntos rumo a um futuro plural, inclusivo e livre de discriminação.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Ivana Bentes

Ponte aérea espacial em meio ao colapso

Juca Ferreira

Cuba Sim! Embargo Não!

Boaventura de Sousa Santos

Desbolsonarizar a democracia, desmorizar a justiça

Juca Ferreira

O Estadão, Bolsonaro e a Conjuntura

Juca Ferreira

As manifestações de rua e a violência

Márcio Santilli

Um manda e outro obedece

Renata Souza

Em briga de marido e mulher, a gente salva a mulher!

Daniel Zen

Fogos de monturo e de coivara

Márcio Santilli

Ministério de Embromação Ambiental

Isabella Queiroz

Étudier est impérieux: estudantes e pesquisadores brasileiros podem perder suas bolsas na França

Morena Meireles

Desinformação no discurso do governo bolsonarista

Márcio Santilli

A responsabilidade pessoal de Braga Netto na crise

Amanda Pellini

O que está em jogo nos jogos digitais?

Colunista NINJA

Empatia e intolerância: do discurso à prática

Márcio Santilli

Arthur Lira, o predador