Em meio à crise sanitária, social e econômica, a bancada anti-povo do Congresso Nacional aprova a MP 905 proposta pelo o governo Bolsonaro.

Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 322 votos a 153, uma emenda do relator da Medida Provisória 905/19, deputado Christino Aureo (PP-RJ).

Conhecida como “MP da Carteira Verde e Amarela”, representa mais um golpe na CLT. O projeto tira direitos dos trabalhadores, diminui a multa de FGTS, diminui a contribuição ao INSS, autoriza o trabalho aos domingos, não considera o acidente de trabalho no percurso, precariza trabalho dos jovens, autoriza trabalho aos domingos e feriados, entre outras maldades.

Agora a medida vai para o Senado e se não for aprovada até o dia 20 caduca e não entra em vigor. A articulação e mobilização para impedir esse retrocesso segue em meio aos deputados da oposição, confira alguns posicionamentos:

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

André Barros

Vetos genocidas do Bolsonaro

Boaventura de Sousa Santos

A universidade pós-pandêmica

Juan Manuel P. Domínguez

“O lugar do artista é na luta”. Diálogos de quarentena com Rael

Renata Souza

Stonewall Inn.: orgulhar-se é transgredir

Cleidiana Ramos

O dia em que meu nariz me definiu como negra - notas sobre o racismo à brasileira

Jandira Feghali

Diga-me o que vetas...

afrolatinas

Contato com meu “Eu”

SOM.VC

RAP BR: Murica canta com sede de dignidade em novo álbum produzido por MK

Márcio Santilli

Sociedade civil se levanta contra Bolsonaro mesmo sob isolamento e penúria

André Barros

Operações racistas nas favelas

Colunista NINJA

O vírus e as trabalhadoras sexuais na Guaicurus, em Belo Horizonte

Juan Manuel P. Domínguez

"O DJ é um dos elementos pilares da cultura Hip Hop". Diálogos de quarentena com DJ Erick Jay

Randolfe Rodrigues

O Brasil que queremos no pós-pandemia

Jussara Basso

A cultura na periferia em tempos sombrios

Juan Manuel P. Domínguez

O demônio branco esteve infiltrado nos protestos pela morte de George Floyd