Por Carla Luã Eloi

Crítica com spoiler

Amei-a é uma animação lúdica criada por Vinicius Cassano. Feito em stop-motion, o curta ficcional conta a aventura encantadora de uma meia em busca de seu par. A pessoa espectadora imediatamente é transportada para um universo de acalento e tranquilidade, proporcionado pela ludicidade construída com as imagens e pela música.

Amei-a foi a única animação apresentada no Festival Audiotransvisual. Com uma trilha sonora leve e harmoniosa, o filme traz fotografias em várias possibilidades de planos e ângulos, conforme a solitária meia vermelha, que se separou sem querer de seu par, continua em sua saga para reencontrá-lo.

Enquanto o par desgarrado se aventura em uma jornada pela casa, o outro pé em solitude busca aconchego com as outras meias, sem nunca ser escolhido para aquecer o pé de ninguém, sem nunca se encaixar verdadeiramente com outra meia.

Detalhista até o último segundo, a obra se encerra com os créditos, que também fazem parte da obra. De forma divertida e surpreendente, cada personagem: meias, cestas, meias figurantes, meia furada e todos os objetos usados no curta vem listados nos créditos, seguidos de um aviso de que nenhuma meia foi maltratada durante a realização do filme.

Uma obra extremamente delicada, capaz de causar onomatopeias de encanto em qualquer pessoa, de qualquer idade.

Carla Luã Eloi escreveu esta crítica em colaboração ao FOdA Fora do Armário, editoria LGBT+ da Mídia NINJA, a partir da exibição do filme no Festival AudioTransVisual

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Movimento dos Pequenos Agricultores

Agricultura no estado do Rio de Janeiro pede socorro

Renata Frade

Lusofonia, diversidade e inclusão de gênero marcam nova comunidade feminina tecnológica  

Talles Lopes

Cultura: o que fazer diante do tsunami Omicron… 

Aquiles Marchel Argolo

Confinada: um diário obrigatório

Amanda Gondim

Desastres ambientais e a violação dos direitos humanos

Colunista NINJA

BBB e racismo

Colunista NINJA

2022: Estado de Emergência Cultural

Colunista NINJA

A imagem que revela outro Brasil possível

Campanha em Defesa do Cerrado

Dor, indignação e admiração: forças-correntezas presentes na Audiência das Águas

NINJA

O extremo como banalização da vida

Márcio Santilli

Bolsonaro quer pretexto para escapar da derrota

Juan Manuel P. Domínguez

U'wa, guardiões da nossa mãe terra

Amanda Pellini

O tecnicismo da medicina atual e os cuidados paliativos

Bruno Trezena

Não olhe para cima! (versão Brasil)

Márcio Santilli

Chegou a hora da verdade climática