.

O Brasil está prestes a dar um passo para começar a superar a crise política: tirar Temer do poder.

O trâmite legal para seu afastamento se dará na Câmara dos Deputados, em uma votação que irá definir se será ou não julgado por seus crimes, após acontecimento inédito, em que um presidente é acusado por crimes comuns como formação de quadrilha, obstrução da justiça e corrupção passiva.

São necessários 342 votos dos 513 deputados para que Temer seja julgado e – consequentemente – afastado temporariamente da presidência, o que, na prática, o tiraria de vez do poder já que não poderia mais usufrir da máquina pública do Estado para conquistar apoio político.

Artistas e comunicadores de todo país se organizaram e construíram uma plataforma de interesse público que permite monitorar a intenção de voto de cada deputado e, em poucos cliques, mandar emails, tuítes, mensagens, alem de acessar a rede social de cada parlamentar para cobrar seu posicionamento.    

Caetano Veloso, Sônia Braga, Sandra de Sá, Frejat, Leandra Leal, Camila Pitanga, Letícia Sabatella, Seu Jorge, Aline Moraes, Claudia Ohana, Nando Reis são alguns dos quase 100 nomes que apoiam a campanha. “Uma ação suprapartidária, que usa o poder da comunicação coletiva e das redes para gerar pressão nos deputados a favor da investigação do governo”, conforme afirma o manifesto do grupo, postado nas redes.

A plataforma com os 513 deputados permite a pesquisa por nome e por estado dos políticos, além de indicar a intenção de voto de cada um e o link direto de suas redes sociais. Serve também como repositório para as centenas de vídeos de apoio a iniciativa que são gravados todos os dias. Acesse: www.342agora.org.br 

Detalhe da plataforma que mostra como pretende votar cada parlamentar e o link direto para suas redes sociais.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

André Barros

Vetos genocidas do Bolsonaro

Boaventura de Sousa Santos

A universidade pós-pandêmica

Juan Manuel P. Domínguez

“O lugar do artista é na luta”. Diálogos de quarentena com Rael

Renata Souza

Stonewall Inn.: orgulhar-se é transgredir

Cleidiana Ramos

O dia em que meu nariz me definiu como negra - notas sobre o racismo à brasileira

Jandira Feghali

Diga-me o que vetas...

afrolatinas

Contato com meu “Eu”

SOM.VC

RAP BR: Murica canta com sede de dignidade em novo álbum produzido por MK

Márcio Santilli

Sociedade civil se levanta contra Bolsonaro mesmo sob isolamento e penúria

André Barros

Operações racistas nas favelas

Colunista NINJA

O vírus e as trabalhadoras sexuais na Guaicurus, em Belo Horizonte

Juan Manuel P. Domínguez

"O DJ é um dos elementos pilares da cultura Hip Hop". Diálogos de quarentena com DJ Erick Jay

Randolfe Rodrigues

O Brasil que queremos no pós-pandemia

Jussara Basso

A cultura na periferia em tempos sombrios

Juan Manuel P. Domínguez

O demônio branco esteve infiltrado nos protestos pela morte de George Floyd