O relato oficial sobre a história das mulheres é quase que exclusivamente masculino e, na fotografia, não é diferente, mesmo que hajam tantas grandes e reconhecidas fotógrafas brasileiras.

.

.

Mônica Maia é fotógrafa, editora de fotografia, curadora e produtora cultural. Primeira brasileira a ser jurada do World Press Photo – o maior concurso do fotojornalismo mundial – é sócia e fundadora da DOC Galeria, espaço de referência em fotografia documental no Brasil e América Latina.

Começou a fotografar para os jornais O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde em 1987. Já em 1990 assumiu a Editoria de Fotografia da Agência Estado por 17 anos. Posteriormente coordenou a área de fotografia do Núcleo de Revistas da Folha de S.Paulo até dezembro de 2010. Entre tantos projetos, produz desde 2011 a Mostra São Paulo de Fotografia e geriu por dois anos a Galeria Nikon.

Participa ativamente da fundação e criação da YVY Mulheres da Imagem, movimento de mulheres e pessoas do gênero feminino engajadas e comprometidas na defesa da diversidade e do fortalecimento da representatividade.

A cada quinze dias sua coluna “Mulheres Fotógrafas”, apresentará um trabalho de autoras ou coletivos de mulheres para difundir a fotografia jornalística, documental, contemporânea e emergente. Cada autora poderá indicar outras fotógrafas e, assim, se criará uma rede de trocas, conhecimento e principalmente colaboração para a criação de histórias de interesse coletivo, visando fortalecer as igualdades.

Queremos contar histórias inspiradoras. Somos muitas. Nenhuma fugirá à luta!

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

FODA

Qual a relação entre a expressão de gênero e a violência no Carnaval?

Márcio Santilli

Guerras e polarização política bloqueiam avanços na conferência do clima

Colunista NINJA

Vitória de Milei: é preciso compor uma nova canção

Márcio Santilli

Ponto de não retorno

Márcio Santilli

‘Caminho do meio’ para a demarcação de Terras Indígenas

Jade Beatriz

CONAE: Um Marco na Revogação do Novo Ensino Médio

Ediane Maria

O racismo também te dá gatilho?

Bancada Feminista do PSOL

Transição energética justa ou colapso socioambiental: o momento de decidir qual rumo seguir é agora

XEPA

Escutar os saberes ancestrais para evitar a queda do céu, o sumiço do chão e o veneno no prato

Instituto Fome Zero

MST: 40 anos de conquistas e de ideias que alimentam a esperança de um mundo sem Fome

André Menezes

Eu preciso falar sobre o desfile da Portela

William Filho

Minha dica ao novo secretário de Justiça

André Menezes

Tá no sangue: um papo sobre samba com os irmãos Magnu Sousá e Maurílio de Oliveira

Márcio Santilli

Bancada da Bala vai às urnas com todas as armas

William Filho

Multar usuários é legalizar a propina