Agora, além da música, a arte, as aulas e toda sua atuação nos movimentos, a rapper também é nossa mais nova colunista! Bem vinda Preta Rara!

Preta Rara

Joyce Fernandes, 32 anos, conhecida como Preta-Rara, é rapper, turbanista, professora de história, modelo Plus Size, poetisa e proprietária da marca “Audácia Afro Moda”. Sua trajetória é marcada pela atuação e militância em movimentos negros e feministas. Nascida em Santos, no litoral de São Paulo, Preta começou a fazer rima aos 12 anos de idade.

Nas músicas, fala sobre empoderamento feminino, racismo e ainda sobre temas do dia-a- dia, como os relacionamentos amorosos que já viveu. Militante, a cantora começou a participar de grupos de discussão quando estudava no cursinho pré-vestibular Educafro. Já como turbanista, ela ensina como fazer as amarrações e, o mais importante: exaltando a beleza da mulher negra.

Criou a hashtag #EuEmpregadaDoméstica, lançada no dia 20 de julho de 2016, que culminou na página de mesmo nome, um novo espaço para o diálogo sobre as condições das empregadas domésticas no país. Antes de tornar-se professora de história, Preta trabalhou em casas de família durante sete anos.

Foi uma das patroas, inclusive, que a incentivou a entrar na universidade. Mas, nem todas a trataram assim. Depois de escrever, em sua página pessoal, um depoimento contando sobre um abuso de poder sofrido na época em era doméstica, Joyce começou a receber uma enxurrada de mensagens e se viu obrigada a criar um espaço só para divulgar os novos relatos. Atualmente está gravando uma websérie, Nossa Voz Ecoa, que foi contemplada no Proac Cultura Negra/2016.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

FODA

Qual a relação entre a expressão de gênero e a violência no Carnaval?

Márcio Santilli

Guerras e polarização política bloqueiam avanços na conferência do clima

Colunista NINJA

Vitória de Milei: é preciso compor uma nova canção

Márcio Santilli

Ponto de não retorno

Márcio Santilli

‘Caminho do meio’ para a demarcação de Terras Indígenas

Jade Beatriz

CONAE: Um Marco na Revogação do Novo Ensino Médio

Ediane Maria

O racismo também te dá gatilho?

Bancada Feminista do PSOL

Transição energética justa ou colapso socioambiental: o momento de decidir qual rumo seguir é agora

XEPA

Escutar os saberes ancestrais para evitar a queda do céu, o sumiço do chão e o veneno no prato

Instituto Fome Zero

MST: 40 anos de conquistas e de ideias que alimentam a esperança de um mundo sem Fome

André Menezes

Os sons dos vinis: um papo com Dj Nyack, diretamente da Discopédia

André Menezes

Eu preciso falar sobre o desfile da Portela

William Filho

Minha dica ao novo secretário de Justiça

André Menezes

Tá no sangue: um papo sobre samba com os irmãos Magnu Sousá e Maurílio de Oliveira

Márcio Santilli

Bancada da Bala vai às urnas com todas as armas