A solidão é uma questão muito frequente entre as pessoas em situação de rua.

Devido ao medo, à violência e a vulnerabilidade, muitos escolhem viver só do que viver com alguém. Porém, existem algumas pessoas que escolheram se relacionar: são pais e filhos, amigos, companheiros. Para esses, o amor é uma resistência a invisibilidade das ruas e mesmo a sós, não estão sozinhos.

 

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Renata Lima

Segredo das startups para turbinar seu negócio. Exemplo prático de uso do quadro Kanban

Fred Maia

Das cinzas ao sagrado eterno retorno

Márcio Santilli

Mundo mais quente e Brasil inadimplente

Isabella Queiroz

Educação de quem?

Ivana Bentes

Ponte aérea espacial em meio ao colapso

Álamo Facó

Relativizar as violências que personagens históricos causaram é também perpetuá-las

Ana Claudino

10 livros para aprender sobre antirracismo, feminismo negro, sexualidade e classe social

Juca Ferreira

Tudo certo, como dois e dois são cinco

Márcio Santilli

Um manda e outro obedece

Renata Souza

Em briga de marido e mulher, a gente salva a mulher!

Camarada Gringo

Lucro, liberalismo e nepotismo: os planos de Bezos para o espaço

Laryssa Sampaio

A trégua: “não era a felicidade, era só uma trégua”

Colunista NINJA

Entenda a crise política da Guatemala e a esperança que vem do levante indígena

Morena Meireles

Desinformação no discurso do governo bolsonarista

Márcio Santilli

A responsabilidade pessoal de Braga Netto na crise