Esse ano não tem praia, mas a música boa está garantida

— Felipe Qualquer
[email protected]

O Festival DoSol de Natal no Rio Grande do Norte há 12 anos coloca o estado na rota dos principais shows da música brasileira, dando projeção às bandas e artistas locais. A edição de 2019 aconteceu em novembro e neste ano, diante da atual realidade, se reinventando pela internet o festival apresenta um novo formato com 32 dias de lives e sessions.

A edição virtual do DoSol entrou no ar só com artistas potiguares na sexta 1º de maio e vai até 6 de junho. Mais de 10 mil pessoas já participaram e conferiram da genial abertura com The Sinks em ‘Sede – Quando a Gente Puder se Encontrar’ passando por Fetuttines, Luiz Gadelha, Clara, Cazasuja, DuSouto e Pedro Mendes. Hoje (11) quem estreia é Aiyra com live marcada para às 18h.

Confira as sessions do dia:

CLIQUE E SE INSCREVA NO CANAL!

O festival está lançando duas live sessions em casa – de músicas inéditas ou releituras – e uma transmissão ao vivo com cada artista num percurso pelo Youtube e Instagram.

“As sessions pré gravadas pelos artistas são feitas de forma caseira com os recursos que cada um tem disponível. Os que tiverem como mixar e editar, ótimo, mas para quem não tem esses recursos, a equipe do DoSol vai dar o acabamento e deixar o material mais interessante para o público”

, explica Ana Morena.

Tudo conta com o apoio da equipe DoSol a quem serão destinados os recursos vindos da monetização do projeto online em uma ação de auxílio emergencial. Além disso a ideia quer dar visibilidade aos profissionais que ficam por trás dos palcos. No DoSol Stories os bastidores e os projetos culturais do festival aparecem em primeiro plano. Produção, equipe técnica, designers, fotógrafos e documentaristas compartilham suas experiências, seu trabalho e trajetória.

O material é um panorama da cena cultural do Rio Grande do Norte e os canais já acumulam anos e gigabites de produções, shows ao vivo, entrevistas e sessions que revelaram nomes como da drag elfa Potyguara Bardo que se apresenta na sexta. Luísa e Os Alquimistas e Plutão Já Foi Planeta também integram a lineup. Um verdadeiro arquivo público com shows de bandas e artistas independentes contemporâneos em diferentes gêneros.

ASSISTA AS LIVES NO INSTA!

Confira quem já passou pelo palco virtual DoSol:

FETUTTINES

LUIZ GADELHA

CLARA

CAZASUJA

DUSOUTO

PEDRO MENDES

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL:

11/05 – Aiyra
12/05 – Khrystal
13/05 – Júlio Lima
14/05 – Eliano
15/05 – Sourebel
16/05 – Potyguara Bardo
17/05 – Rafaela Brito
18/05 – Yrahn Barreto
19/05 – Camomila Chá
20/05 – Pretta Soul
21/05 – Varanda
22/05 – Fukai
23/05 – Luísa e os Alquimistas
24/05 – Ananda Krishna
25/05 – Luaz
26/05 – Ângela Castro
27/05 – Luan Bates
28/05 – Dega
29/05 – Caio Padilha
30/05 – Txio Paulinho
31/05 – Zé Canxagá
01/06 – Silvia Sol
02/06 – Black Whitch
03/06 – Hell Lotus
04/06 – Plutão Já Foi Planeta
05/06 – Filipe Toca

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Boaventura de Sousa Santos

A difícil construção do contemporâneo e do complementar

Gabriel RG

A cruzada do fundamentalismo capitalista contra a ciência

Ana Claudino

Seu silêncio não vai proteger você

Amara Moira

Manifestações em tempos de pandemia

Marielle Ramires

Democracia com luta, ou não haverá

Carina Vitral

Combater o fascismo é uma emergência

SOM.VC

CALL CENTER - Encontros Webnaries Performance and Música

Randolfe Rodrigues

Liberdade de imprensa é valor inalienável da sociedade civil

Dríade Aguiar

O que deveríamos estar fazendo no "Blackout Tuesday"

Fred Maia

Quando a montanha pariu um monstro

transpoetas

Demétrio Campos, presente!

André Barros

Viva Marielle! Fora Bolsonaro!

Movimento dos Pequenos Agricultores

Se não plantar agora, a fome virá em seguida

Tulio Ribeiro

Vingança! Viva o Rei Messias!

Luiz Henrique Eloy

Terras indígenas na pauta do Supremo: Teoria do indigenato versus marco temporal