Ministro Ricardo Salles Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que preside a Comissão de Meio Ambiente do Senado, enviou ao Supremo Tribunal Federal um pedido de afastamento do ministro Ricardo Salles por crime de responsabilidade. Contarato afirma também que Salles perseguiu agentes públicos a pedido de ruralistas.

Segundo Contarato, Salles infringiu a Constituição ao alterar a formação do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que reúne representantes do governo e de ONGs para discutir políticas ambientais. Além disso, condena a atitude de Salles por não punir os responsáveis por autorizar a exploração na área de proteção de Abrolhos, na Bahia.

Outra questão levantada pelo senador foi a perseguição de agentes do Ministério do Meio Ambiente, anunciada pelo atual ministro em um evento com ruralistas, em abril. Essa manifestação gerou a renúncia do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Adalberto Eberhard.

O senador Randolfe Rodrigues também informou que nesta sexta-feira, dia 22/08, às 11h, será protocolo no Congresso Nacional o pedido de impeachment do ministro. Filiado no Novo, nem mesmo o partido apoia sua reconhece ou atuação.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

André Barros

O racismo e o pito do Pango

Boaventura de Sousa Santos

Lula da Silva: a democracia entre o passado e o futuro

Renata Mielli

Que manchete um jornalista daria para essa notícia?

Manuela d'Ávila

Joice, eu sou sinceramente solidária a você porque sei o que você está vivendo

Mônica Horta

Moda contemporânea e seus múltiplos caminhos

Daniel Zen

Embustes e engodos da chamada nova política

Colunista NINJA

Hey branquitude, o que você está fazendo para acabar com o racismo que você mesma criou?

Ivana Bentes

As cotas e a pesquisa do IBGE: conservador, não tem volta não!

André Barros

O porteiro do condomínio do Bolsonaro

Jean Wyllys

Carta a Dilma: Eu cuspi na cara dele por você, Dilma. Por nós.

Renata Mielli

A crueldade como ferramenta jornalística

Daniel Zen

O equívoco liberal chileno

Victoria Henrique

Um (quase) final de ano de tantos retrocessos

Eduardo Sá

“Não colem em mim esse discurso da meritocracia”, diz Conceição Evaristo

Preta Rara

A senzala moderna é o quartinho da empregada