.

Na tarde de domingo uma família foi dilacerada, fuzilaram seu carro com mais de 80 tiros, sim 80 tiros em um único carro.

Qual a cor da família? Óbvio que é preta, até parece que teriam essa ação no Leblon ou na saída do Lollapalooza.

Essa família linda teve a sua felicidade interrompida, pois não foi possível sair ileso desses 80 tiros e assim assassinaram na frente do filho de 7 anos o músico e segurança Evaldo Rosa.

Sua esposa conta que saiu do carro e gritou para pararem de atirar e que socorressem seu esposo que era o melhor amigo dela em uma vivência de 27 anos juntos, porém o exército esses mesmo que atiraram 80 vezes ficaram de deboche e nada fizeram.

Nóix que é preto temos o maior medo de ser confundidos pq não dá tempo de se explicar, hoje a gente não consegue nem se livrar decorando o número do RG, pq nem dar tempo de falar pros policiais militares nas abordagens agressivas.

A polícia só mata preto

O exército só mata preto

O Estado brasileiro só mata preto

E vocês brancos tão fazendo o quê pra nos proteger?

Enquanto a dor preta só atingir os corpos pretos, vamos continuar morrendo todos os dias nas mais diferentes formas de morte.

Você não precisar decorar seu RG para uma abordagem agressiva da polícia.

Poder sair tranquilamente sem habilitação pq sabe que não será parado.

Entrar em um supermercado e saber que não será perseguido

Entrar numa blitz policial e receber um boa noite e pode ir embora

Isso é Privilégio Branco Mais Alvo Que a Neve.

O que você tem feito pra proteger quem não tem essa regalia, gente branca?

Ninguém solta a porra da mão de ninguém se esse ninguém não for preto né

Porque da nossa mão só a outra mão preta segura.

Tô cansada desse país absorver e se esbaldar da nossa inteligência, música, arte, religião e tecnologia.

Porque cês gostam de tudo que preto faz menos o preto.

Enfim mais uma vida tirada, mais uma família dilacerada, mais uma criança preta que crescerá sem o pai e saberá que foi o exército que matou, mais uma mulher preta sem o seu companheiro.

Se isso não seca a sua garganta, não te toca e não te comover pra levantar esse rabo branco da cadeira do privilégio e ver o que vc pode fazer com nossa dor.

Você assina essa morte aí também.

Eu não vejo a hora de ver o povo preto declarando guerra por direitos de existência nesse país que não parece mas também é nosso e somos a maioria nesse fucking lugar porque nóix num tem nada a perder, morrendo já estamos!

E vocês brancos tão fazendo o quê pra nos proteger?

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Roger Cipó

Carta a Raull Santiago

Renata Souza

A festa é nossa, o corpo é meu!

Boaventura de Sousa Santos

O desenvelhecimento do mundo

Preta Rara

Ministro Paulo Guedes, fui empregada doméstica e preciso te dizer uma coisa

Roger Cipó

A racialização do homem branco que se faz de régua e regra

Jonas Maria

Trans nos esportes: o projeto, a incoerência e a transfobia

André Barros

Politizar é carnavalizar

Ana Claudino

Feminismo, Big Brother, bolhas e classes sociais

Ana Júlia

Continuaremos a apoiar meninas e mulheres na ciência?

Daniel Zen

Acessibilidade e portabilidade à prova da ignorância

Jorgetânia Ferreira

Somos todas domésticas?

Tatiana Barros

Madá, o ciberespaço e a história da internet

Daniel Zen

Um Posto Ypiranga sem combustível

Randolfe Rodrigues

A demagogia governamental contra o Bolsa Família

Ana Claudino

O amor camarada sapatão