Foto: Tomás Araújo / Mister Brasil Trans

A segunda edição do Mister Brasil Trans acontecerá a partir deste sábado (3) reunindo 28 candidatos de todo o Brasil que irão disputar a coroa de homem trans mais bonito, politizado e empoderado do país. Neste ano a produção traz uma grande novidade. Será realizada a primeira edição do Mister Trans Internacional com a presença de candidatos do Brasil, Tunísia e Colômbia.

O evento será realizado de 03 a 07 de dezembro de 2022, com noite final no dia 06 de dezembro de 2022 no Teatro Jaraguá Novotel. Os participantes ficarão hospedados no Novotel Jaraguá, da rede Accor, patrocinador e parceiro. Os 28 candidatos de todo país que concorrerão no Concurso Mister Brasil Trans 2022 trarão suas múltiplas identidades, culturas, políticas públicas e ações sociais.

O Concurso Mister Brasil Trans 2022 se estrutura em pilares de representatividade dentro da esfera LGBTQIA+, com foco em transmasculinidades. A proposta surge da necessidade de se quebrar paradigmas envoltos à representação de beleza, sempre direcionada à cisgeneridade, principalmente dentro da indústria da moda, abrindo um espaço de intervenção política acerca de corpos transgêneros e referências de beleza, uma vez que entendemos a importância da representatividade dentro de todos os espaços sociais e a nossa luta pela visibilidade e, principalmente, humanização e naturalização de pessoas trans nesses espaços, não sendo minoria.

Após a visibilidade do primeiro ano, em 2022 os parceiros que apoiam a representatividade transmasculina se fizeram ainda mais presentes. O time com a Accor, Novotel Jaraguá, Dra. Daniela Cornélio, Prudence, Nike, Erika Hilton, Inoar, Coord. de Políticas Públicas de SP, SENAC, Hopi Hari, FTM Packers, TravaTruck, GANA Comunicação e Arte, Casa Florescer, CAE João Nery, Balila, MLKA, UNILEV, Mãe Terra, Ben Jerrys e Espaço Laser. Além disso, também teremos convidados excelentíssimos como Bixarte, Nicki Cruz, Julian Santos, Ryane Leão, Brenda Oliveira, Kaique Theodoro, Nathan Rei das Durags e muito mais.

O Concurso assume posição de grande evento de ativismo LGBTQIA+, explorando esferas da luta contra o preconceito, visibilidade trans, beleza, moda, saúde e responsabilidade social, para além dos reflexos individuais. Para tanto, como cerimonialistas, teremos candidatos da primeira edição do Mister Brasil Trans, promovendo a interação e construção de uma rede de afetos ainda maior.

O evento dialoga diretamente com a construção de espaços de visibilidade para homens trans, enquanto ocupação social e política no mundo da moda, uma vez que tais identidades não são vistas de maneira recorrente ou, muitas vezes, naturalizada, dentro desses ambientes. A eleição de um homem trans enquanto mister, numa esfera nacional, tem como objetivo ressignificar a indústria da moda e abrir novos caminhos e olhares sobre outras representações de beleza.

“O Mister Brasil Trans vem com a proposta de romper os paradigmas de beleza centrados na cisgeneridade. Sendo o primeiro concurso exclusivamente transmasculino do mundo, há uma necessidade fundamental de quebrar, principalmente, a ideia da passabilidade”, disse Esteban Rodrugues co-fundador do Mister Brasil Trans e produtor-executivo do evento.

“Não estamos tentando nos ‘passar’ por homens, mas nos colocamos no mundo da maneira estética que nos permite maior conforto e afeto com nossos corpos. Não é sobre parecer um homem padrão cisheteronormativo, é sobre se colocar no mundo e diante do espelho de forma agradável e gentil consigo mesmo, revelando a importância de podermos ser quem somos. Nunca foi apenas sobre estética, mas sobre representatividade e representação de si e de Outros como nós, que podem hoje ter uma referência, um motivo para insistir em si mesmo”.

Etapa online aconteceu em setembro

O Concurso, que teve início das provas em Setembro de 2022, já atravessou a esfera digital com provas de socialização (reels) e oratória (lives). As próximas realizações serão presenciais, explorando passarela, postura, esporte, traje de gala e perguntas ao vivo.

A entrada custará 02 kg de alimentos e materiais de subsistência para a Casa Florescer 1, localizada na cidade de SP, que promove o acolhimento de mulheres trans e travestis, e a Casa João Nery, que possui acolhimento direcionado a homens trans e transmasculines.

O evento seguirá os protocolos de segurança do mês de Dezembro da cidade de São Paulo, visto que terá sua realização entre 03 a 07 de Dezembro A produção se compromete com as atualizações disponibilizadas pela cidade, incentiva a vacinação em massa dos candidatos, jurados, corpo técnico e espectadores. Haverá distribuição de kits com álcool em gel e máscara para os candidatos desde o primeiro dia de evento, bem como a maioria das provas antes da noite da coroação serão realizadas de maneira reservada e longe de aglomerações.

Quem são os candidatos

Acre – Murilo Augusto
Angra dos Reis – Matheus David
Bahia – Rodrigo Alencar
Brooklyn – Victhor Lima
Caxias do Sul – Shai Kolcholinski
Ceará – Caio Barbosa
Colômbia – Edan Mar
Distrito Federal – Oliver Souza
Duque de Caxias – Bernardo Seixas
Espírito Santo – Nathan Meireles
Estado RJ – Diego Pedrosa
Grande ABC – Junior Lima
Grande SP -Arthur Rabelo
Guaianases – David Hilário
Guaramirim MG – Pietro Oliveira
Itaquera – Acan Simões
Mato Grosso – Leandro Gael
Mato Grosso do Sul – Alexandre Clemente
Pantanal – João Vilela
Paraíba- Lorenzo Zimon
Paraná – Zion Sleiman
Região dos Inconfidentes – Arthur Mayan
Rio G. do Sul – Felipe Lascano
Rio G. do Norte – Breno Oliveira
Rondônia – Luan Linhares
Salvador – Yuri Carvalho
São J. dos Campos – Luh Christian
São Paulo – João Daniel
São Roque – Murilo Weyshaupt
Tunisia – Jade Esseyah
Zona da Mata Mineira – Lucca Sad

Via assessoria