Faallaa Makers

Você já deve ter visto que essa nova forma de pagamento está cada vez mais popular.

Você simplesmente aproxima o cartão ou até mesmo o smartphone, smartwatch e magicamente o pagamento é feito.

Mas vamos lá, você sabe como se proteger?

Se mal usado, o cartão que tem essa tecnologia pode afetar diretamente sua conta bancaria né!?

Por esse motivo é bom ter um pouco de cautela e conhecimento para aproveitar seus benefícios e se proteger de riscos que o NFC também pode oferecer.

Então bora entender o que é essa tal de NFC e como podemos nos proteger, beleza?

Primeiro é importante falar em quais tecnologias o NFC pode estar presente no seu dia a dia: 

  • Cartões de crédito e débito
  • Cartão de passagem de transporte público
  • Alguns crachás de empresas (principalmente os que oferecem acessos a fechaduras)
  • Artigos de jogos
  • Entrada de eventos
  • Registros em sistemas de saúde
  • Propagandas e Marketing
  • Automação residencial
  • Artigos de esporte
  • Cartões de visita modernos

Para começar, vamos entender o que significa NFC?

  • Near Field Communication – Comunicação por aproximação

E o que NFC faz?

  • Permite a transferência de informações entre 2 dispositivos com uma distância de cerca de 10 centímetros.

Como NFC funciona?

  • É preciso que pelo menos um dos dispositivos tenha energia para ler às informações contidas no outro dispositivo.

Exemplos: 

  • A maquininha de cartão de crédito e seu cartão.
  • Seu smartphone e uma tag NFC.
  • O aparelho do transporte público e seu cartão.
  • Fechaduras modernas e tags ou crachás

Quando essa troca de informação envolver dados sensíveis devemos pensar em formas de proteger essa informação, são elas: 

  • Créditos
  • Dinheiro
  • Acessos restritos

Agora que você viu acima um pouquinho do que é NFC e onde ela pode ser usada, vou te apresentar formas de se proteger, fechado?

Para isso eu vou dividir em 2 tipos de situações que você deve ficar atento ou atenta para evitar prejuízos.

1) Interceptação:

Quando for realizar o pagamento não entregue seu cartão para o atendente, tenha ele sempre em mãos e se atente ao valor inserido na maquininha.

Se atente também às pessoas que estão próximas no momento do pagamento, lembrando que o cartão que tem a tecnologia NFC só necessita de aproximação para realizar pagamentos, então devemos ter cautela nesse momento. 

Foto: Divulgação

Solução para se proteger

  • Ficar atento no momento do uso do cartão;
  • Utilizar carteiras que oferecem um bloqueador de sinal para os momentos que você não estiver utilizando o cartão, exemplo de uma: https://amzn.to/3uW1pdQ

2) Acesso a dados

Empresas, condomínios que oferecem acessos através de tags ou cartões NFC (inclui aqui crachás) podem oferecer riscos caso caiam em mãos erradas não é mesmo?

Ao contrário dos cartões de crédito e débito que contam com uma tecnologia mais avançada e difícil de ser clonado, tags e smart cards podem ser clonadas e com isso uma pessoa com más intenções pode vir a ter acesso a locais restritos em seu nome.

Acesso com um cartão NFC: 

Foto: Divulgação

Acesso com uma tag NFC: 

Foto: Divulgação

Mas calma aí, antes de você ficar desesperado ou desesperada, deixa só eu te tranquilizar em alguns pontos… Manipular esse tipo de informação exige conhecimentos e ferramentas muito específicos e avançados dos atacantes, que não estão disponíveis com tanta facilidade assim no mercado.

Mas como diz minha vó o seguro morreu de velho, então vou te passar algumas dicas para evitar que isso ocorra.

Solução para se proteger e/ou proteger os locais que você tem acesso:

  • Nunca deixe seu cartão ou tag em cima de mesas e em locais de acesso público;
  • Ao sair do trabalho não deixe o cartão pendurado no pescoço ou no bolso da camisa, pois esses lugares já são muito manjados, então ao sair guarde em local seguro.
  • Use carteiras que bloqueiam sinal NFC como indicado acima.

Espero ter te ajudado a entender melhor sobre o NFC e mostrar que essa tecnologia pode proporcionar experiencias incríveis, mas que devemos ter cuidado ao utiliza-la. 

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Juca Ferreira

Democracia e Genocídio

XEPA

O Veganismo Popular não comemora o aumento do preço da carne

Ivana Bentes

De novo a barbárie

Renata Souza

Um mês da chacina do Jacarezinho — Pelo fim do regime de exceção nas favelas

Ivana Bentes

"Nem de esquerda, nem de direita". Se isentar é delirante!

Juliana Cardoso

Não podemos mais esperar por programas sérios contra a gravidez na adolescência

Tatiana Barros

Live coding e o mundo do DevRel

Juan Manuel P. Domínguez

As bombas que não mataram. O que fazer sob regime fascista?

Amanda Pellini

E @ palhaç@ o que é... uma figura que se posiciona! A posição do riso na rede, um manifesto!

Daniel Zen

O golpe tava aí. Caiu quem quis...

Colunista NINJA

Ancestralidade de jovens da Chapada Diamantina juntam do-in antropológico de Gil à Lei Aldir Blanc

Daniel Zen

A mentira como método de (des)construção política

Bancada Feminista do PSOL

Mês do meio ambiente: é hora de garantir nosso futuro

Márcio Santilli

A crise institucional do Exército 

Moara Saboia

Contagem no clima: é urgente e necessária a transição ecológica da cidade