.

Uma carta aberta assinada por deputados, senadores e ex-ministros do meio ambiente emite posicionamento absolutamente contrário à entrada em pauta e votação da Medida Provisória no 910, de 2019, durante o período de crise decorrente da pandemia da Covid-19.

Conhecida como MP da Grilagem, a proposta foi um presente do governo de Jair Bolsonaro para as quadrilhas que invadem terras públicas, matam e desmatam. A medida provisória permite que terras públicas com até 15 módulos rurais – o equivalente a 1.650 hectares na Amazônia – se tornem propriedade de quem as ocupou irregularmente. Pela nova regra, o processo pode ser feito por autodeclaração, sem a necessidade de vistoria.

Segundo organizações ambientalistas e especialistas na área, a proposta vai contra os interesse da sociedade brasileira e beneficia criminosos que invadiram e desmataram terras públicas, deixando de fora o trabalhador honesto que há anos produz sem destruir a Amazônia.

Uma nota técnica conjunta de quatro câmaras técnicas do Ministério Público Federal (Criminal, Meio Ambiente e Patrimônio Cultural, Combate à Corrupção) aponta ainda uma lista extensa de problemas de constitucionalidade na MP 910/2019.

A medida está pronta para ser votada na Câmara, num trâmite simplificado, e a mobilização de parlamentares é para impedir que ela seja colocada em pauta na próxima semana já que se não for votada até o dia 19 perde a validade e não poderá mais ser aprovada.

Acesse o documento na íntegra: Carta Aberta ao Congresso Nacional Contra a Votação da MP910

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Colunista NINJA

Lutar com firmeza e responsabilidade

Boaventura de Sousa Santos

A difícil construção do contemporâneo e do complementar

Gabriel RG

A cruzada do fundamentalismo capitalista contra a ciência

Ana Claudino

Seu silêncio não vai proteger você

Amara Moira

Manifestações em tempos de pandemia

Carina Vitral

Combater o fascismo é uma emergência

SOM.VC

CALL CENTER - Encontros Webnaries Performance and Música

Randolfe Rodrigues

Liberdade de imprensa é valor inalienável da sociedade civil

Dríade Aguiar

O que deveríamos estar fazendo no "Blackout Tuesday"

Fred Maia

Quando a montanha pariu um monstro

transpoetas

Demétrio Campos, presente!

André Barros

Viva Marielle! Fora Bolsonaro!

Movimento dos Pequenos Agricultores

Se não plantar agora, a fome virá em seguida

Tulio Ribeiro

Vingança! Viva o Rei Messias!

Luiz Henrique Eloy

Terras indígenas na pauta do Supremo: Teoria do indigenato versus marco temporal