Por Aline Bilches @operacaoclaquete

Foto Divulgação / Pixar

Lightyear, o novo filme da Disney e Pixar, estreia hoje (16/junho) nos cinemas de todo Brasil e é uma ótima pedida para o feriado.

A animação é uma spin-off de Toy Story que contará a origem de Buzz Lightyear, o herói icônico – e um dos melhores amigos de Andy, na franquia que conquistou à todos.

Se prepare para uma viagem no tempo, nosso herói viaja 62 anos para frente de seu tempo, devido aos testes interestelar que esta submetido, ao voltar ele precisa encarar as
mudanças ao seu redor e como estava acostumado a levar a vida, e com quem compartilhava sua história, a partir da sua retomada ele precisa de adaptar a sua nova
realidade e trabalhar com uma nova recruta do comando estelar e seus amigos, além o seu gato robô, SOX, que se torna seu maior aliado de aventuras.

Prepare os lencinhos porque a viagem no tempo não se renderá apenas ao Buzz, mas também ao seu alter-ego da sua infância, os elementos é um resgate da criança que se
deleitou ao assistir Toy Story, é quase como usássemos as lentes do Andy e entendêssemos o porque Buzz se tornou seu melhor amigo junto ao Woody.

Além de nostálgica, a animação é sensível e emocionante, e com um aprofundamento digno da Pixar, que trará um mergulho nas relações afetivas, abrindo questionamentos do que é prioridade na vida adulta cheia de obrigações, e como em meio a jornada pelo alcance de um propósito nos perdemos no que é invisível aos olhos!

 

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Andressa Pellanda

Da receita estragada de Bolsonaro ao banquete saboroso da educação libertadora

Observatório das Eleições 2022

Por que o problema da desinformação persiste, quatro anos depois da eleição de Bolsonaro

Observatório das Eleições 2022

A fragilidade do nosso apoio à democracia

Márcio Santilli

Bolsonaro poderá renunciar

Fabio Py

O céu se comoveu no domingo

Márcio Santilli

As presidenciáveis

Juan Espinoza

Defesa dos direitos das mulheres na comunidade pan-amazônica

Observatório das Eleições 2022

Votamos sozinhos, mas fazemos política em grupo: ação coletiva e eleições

FODA

Mulheres negras: potência política em defesa da vida

Márcio Santilli

Bolsonaro confessa ao mundo sua intenção golpista

Rede Justiça Criminal

Você sente segurança com mais prisões e polícia?

Campanha em Defesa do Cerrado

Júri do Tribunal Permanente dos Povos condena estados e empresas por genocídio de povos do Cerrado

Márcio Santilli

Bancada Indígena

Juan Manuel P. Domínguez

Bolsonarismo e satanismo, uma relação estreita

Bancada Feminista do PSOL

Liberdade é não ter medo: um basta à cultura do estupro!