Simone Tebet e Soraya Thronicke namoram.

Pelo menos na mente fértil da Geração Z que domina o universo do Tiktok.

Começou na eleição de 2022 umas das ‘tours’ digitais mais celebradas por adolescentes – maioria LGBTQIAP+ – e inimagináveis na engomadinha política nacional. Após um debate na TV aberta em que as duas apareceram para valer ao público de todo o país, as senadoras, então presidenciáveis, viraram um casalzão da porra no imaginário juvenil fanfiqueiro.

Para esses criadores de conteúdo, elas estavam se pegando mesmo.

São vários vídeos espalhados no Tiktok (com espelhamento no Twitter) retratando Simone e Soraya, aliás, #Simoraya, se olhando com desejo, trocando DR e até pensando alto enquanto se esgueiram em situações comuns com outras lideranças femininas. São, na realidade, vídeos editados e que forçam esse multiverso inesperado.

Os vídeos são ótimos. Num edit ao som de Taylor Swift e legendas brilhantes, Simone se desculpa com alguém por não apertar a mão dela, porque Soraya, muito ciumenta, poderia ver. Noutro, numa música apaixonada, Soraya aparece tensa no plenário do Senado pensando alto em Tebet: “Será que eu tô feia hoje? Simone ainda não me elogiou”.

Rs.

O fato é que a brincadeira deu um pontapé inédito na imagem delas nesse nicho – que é gigantesco, domina a plataforma e rejeita com força políticos tradicionais. Políticos com base no agronegócio e que votaram pelo impeachment de Dilma, por exemplo.

Os vídeos raramente ficam abaixo de milhões de visualizações. Alguns com seis, sete e até 13 milhões. As curtidas são na média de seis dígitos. Números estrondosos.

Também é possível notar vídeos de Simone sem edição com Soraya. Um vídeo de Tebet tomando posse no Planalto, com uma música heroica, passou de 500 mil curtidas. É como se nesse caldo criativo gay a atual ministra do Planejamento se tornasse uma estrela pop para milhares de meninos e meninas. Vale lembrar: meninos e meninas que apertarão o botão das urnas em 4 anos.

Se o resultado será positivo dependerá muito como a equipe de Tebet lidará com as novidades do mundo do Tiktok e da Geração Z.

Agora é certo que #Simoraya seguirá firme e forte no “For You” de milhões de adolescentes.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Márcio Santilli

Golpe em falso

Juan Manuel P. Domínguez

A direita dá um banho de sangue no Peru

NINJA Esporte Clube

Camisa da seleção tem seu pior momento: é símbolo de terrorismo

Juan Manuel P. Domínguez

Europa e seu inconfundível perfume de ladrões de arte africano

Márcio Santilli

Militares precisam incorporar emergência climática a sua visão estratégica

Eduardo Sá

Folha Seca: a livraria que há 25 anos promove cultura e política no Centro do Rio de Janeiro

NINJA Esporte Clube

A indignação seletiva e omissão do futebol brasileiro com Daniel Alves

William Filho

Será que o Lula vai legalizar a maconha no Brasil?

Tatiana Barros

Como a falta de espontaneidade no mundo corporativo me reaproximou do humor

Célio Turino

Sobre os Pontos de Cultura e o conceito de Cultura Viva

Ivana Bentes

Olhar é um ato violento

Márcio Santilli

Marina no clima

Mariane Santana

Censurada, novamente, a fotógrafa Pamela Facco cobra judicialmente o Instagram mesmo após ter ganho caso em 2019 contra danos morais à sua conta

André Menezes

Um preto no topo é, sim, motivo para celebrar, mas precisamos lutar por uma emancipação coletiva