As eleições estão chegando. Vamos depositar nas urnas nossa esperança de um futuro melhor.

Em São Paulo, temos um desafio muito importante. Além de eleger Lula e Haddad contra o bolsonarismo e o tucanato paulista, precisamos eleger parlamentares comprometidos com a mudança que desejamos.

A Bancada Feminista do PSOL, uma candidatura coletiva de mulheres negras a deputada estadual, é a melhor alternativa para enfrentar o conservadorismo da Assembleia Legislativa do estado. Veja, a seguir, cinco pontos para ficar por dentro aa Bancada Feminista do PSOL.

1) Mulherada na rua para eleger Lula já no 1º turno! A Bancada Feminista do PSOL está fazendo uma campanha-movimento, com pontos de mobilização e panfletagens no estado todo, dialogando com a população, para derrotar Bolsonaro já no 1º turno e evitar o aumento da violência política e das ameaças de golpe.

2) Mais mulheres negras no poder! A Bancada Feminista do PSOL é uma candidatura coletiva de cinco mulheres negras, feministas antirracistas, sementes de Marielle, que se uniram para aquilombar a política e a Alesp.

3) Feminismo é revolução! Só a força das mulheres, parcela da população mais atacada pelo atual governo, pode varrer da política o bolsonarismo e os machistas que dominam a Alesp hoje em dia.

4) Nova forma de fazer política! A candidatura coletiva da Bancada Feminista do PSOL já constrói um mandato coletivo na Câmara Municipal da capital, o qual é uma referência de atuação democrática e participativa, uma experiência positiva que, agora, pode se expandir para a Alesp.

5) Mulheres de todas as lutas! A Bancada Feminista do PSOL é composta por cinco ativistas negras, que representam uma grande diversidade de corpos, trajetórias e pautas, como o feminismo, o antirracismo, a defesa dos direitos e da vida das pessoas LGBTQIAP+, a proteção do meio ambiente, a defesa da educação e da saúde públicas, entre outras.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Juan Espinoza

Você sabe se Lula já é presidente?

Colunista NINJA

De mais uma COP de ‘blá blá blá’ para um acordo global pela infância

Juan Manuel P. Domínguez

O sinistro do golpismo

Juca Ferreira

Vencer ou vencer!

Observatório das Eleições 2022

Em SP, Lula amplia votação do PT em todas as cidades. Bolsonaro perde votos em 3 a cada 4 municípios

Márcio Santilli

Intervenção extraterrestre

Márcio Santilli

A arca do Lula

Juan Manuel P. Domínguez

Haiti, a revolução da consciência negra

Márcio Santilli

Valdemar manobra para segurar Bolsonaro

Jorgetânia Ferreira

Mataram João do Teatro em Araguari, Minas Gerais

Rede Justiça Criminal

Como o bolsonarismo resiste no Congresso e a mobilização da sociedade civil também

Colunista NINJA

80 anos de Paulinho da Viola e seu feitiço maduro

Observatório das Eleições 2022

Um Ministério dos Povos Originários: algumas reflexões sobre a proposta de Lula

Observatório das Eleições 2022

Eleitores do exterior dão a Lula sete pontos de vantagem sobre Bolsonaro, mas são esquecidos pelos analistas