NINJA

A criminalização do aborto e o feminicídio de Estado

Durante o ano passado tivemos na Argentina a emblemática discussão sobre a legalização do aborto seguro e gratuito. Ao longo dos meses, a agenda pública e parlamentar girou em torno de uma problemática que as mulheres carregam em seus corpos por centenas de anos e que pela primeira vez foi tratada sem rodeios no Congresso Nacional.

LGBTfobia: por que é importante criminalizar?

A população LGBT é o único grupo vulnerável sem proteção jurídico-penal específica contra seus agressores, como pede a Constituição Federal. O STF avança em julgamento que reconhece a demora do Congresso Nacional em obedecer à mais importante legislação do Brasil.

Ganhamos!

Por Alexandre Lyrio. Independentemente do resultado das eleições, vencemos! Essa campanha vai deixar um legado de união dos que não pensam no próprio umbigo, dos que querem um estado para todos.