ANAJUDH

Bê-a-bá bi

Se é verdade que a conclusão freudiana naturaliza a bissexualidade, fraturando a concepção ainda hegemônica de que se trata de um desvio anormal, é também plausível que dela se extraia um caráter transitório deste desejo que não se limita a um sexo ou a um gênero.

Sapapos

No dia da visibilidade lésbica ainda é necessário marcar nosso protagonismo e ocupar todos os espaços possíveis

Junho LGBTI em 2020 e a ressaca da revolução afetiva

Por Lígia Ziggiotti e Rafael Kirchhoff A madrugada de 28 de junho de 1969 foi paradigmática para a vivência queer nova-iorquina. Em mais um ataque violento da polícia a um bar frequentado por bichas, travas e sapas, uma verdadeira batalha fez deste mês e especificamente deste dia um marco internacional de celebração do orgulho LGBTI.  Trans […]

Sangue de HSH tem poder!

Até que a Corte brasileira se posicionasse, proibia-se a doação de sangue por homens gays e bissexuais e mulheres trans no país. Estas identidades foram estrategicamente agrupadas em uma sigla: HSH. “Homens que fazem sexo com homens”.

A implosão do Escola Sem Partido: relicário de uma luta

O Supremo Tribunal Federal declarou, por unanimidade, inconstitucional uma lei do município de Nova Gama (GO) inspirada no Movimento Escola Sem Partido. Montamos, aqui, um relicário de como percebemos estas propostas e dos nossos motivos para combatê-las.