Conheça a Pretaria BlackBooks, primeiro clube de leitura antirracista do Brasil nasceu no Festival Latinidades de 2014

Ilustração: @carolcaracolilustra

Por Mirtes Santos

A ideia da criação do Grupo Editorial Pretaria BlackBooks surgiu em 25 de julho de 2014, no Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, durante a participação de muitas de nós mulheres negras no maior Festival da cultura negra da américa latina, o Latinidades de 2014, realizado em Brasília.  Presenciamos neste festival a concretização de histórias de lutas e resistências com narrativas empoderadoras de mulheres negras bem sucedidas, que como nós, enfrentaram e venceram preconceitos de raça e gênero através de suas produções. Nasceu daí a proposta de desenvolver projetos colaborativos que contribuísse com a construção de uma sociedade mais justa e livre do racismo através do incentivo à leitura. Queríamos levar a autoria negra em suas mais diversas formas para todos os cantos do Brasil e do mundo. 

Compreendendo que a construção de uma identidade racial livre de preconceitos ainda se faz necessária para que pessoas negras possam se ver e sentir-se representadas positivamente na sociedade como todo, através da produção literária, artística e cultural. A literatura possui um papel importante no processo dessa construção das identidades e suas subjetividades, com a reafirmação da existência da intelectualidade negra. 

O Clube Pretaria BlackBooks elegeu como Missão:                                               

  • Difundir uma literatura voltada para a promoção da igualdade racial e a superação do racismo na sociedade;
  • Divulgar e fortalecer as publicações de autoria negra e Editoras parceiras no mercado editorial brasileiro;
  • Estimular a leitura para uma formação individual e coletiva livre de preconceitos; 
  • Promover uma educação antirracista por meio da literatura. 
  • Manter uma plataforma para divulgação de publicações que promovam a literatura através da promoção de uma educação antirracista.

A autoria literária negra além de trazer abordagens diferenciadas, cheias de referências positivas, simbólicas e enaltecedoras, traz em suas narrativas saberes ancestrais que contrapõem à literatura hegemônica, questionando o lugar que nos encontramos na sociedade e refletindo alternativas, a partir da pluralidade de gêneros e raça que figuram o cenário brasileiro.

O racismo prejudica as relações de toda a sociedade brasileira, portanto acreditamos que todos devem buscar por uma educação inclusiva com formação antirracista como ferramenta de transformação social. O Clube Literário da Pretaria é uma das estratégias apresentadas para que todas as pessoas, sejam elas pessoas negras que queiram se aprofundar na literatura antirracista e até para pessoas não negras que reconhecem a imprescindibilidade de uma formação antirracista que realmente faça transformações na realidade social brasileira.

Literatura antirracista é toda produção literária que compreende o racismo como uma das formas de opressão e subjugação racial de um grupo em detrimento de outro e que se utiliza de narrativas de combate à discriminação racial e todas as formas de preconceitos em razão de raça/cor/origem/nacionalidade. 

Hoje, além de ser o primeiro Clube de Assinaturas de Literatura Antirracista do Brasil, com foco na autoria negra, somos o único clube de leituras do mercado que atende ao público adulto e infanto-juvenil.

SOBRE O CLUBE DOS [email protected]:

O Clube dos [email protected] é um dos projetos colaborativos do Grupo Editorial Pretaria BlackBooks que visa orientar os pais e responsáveis quanto a importância de incentivar a leitura da literatura antirracista para crianças e adolescentes negras ou não. 

O Blackids é um plano de assinaturas infanto-juvenil da Pretaria e visa atender a necessidade urgente de ter uma literatura infanto-juvenil  escrita, pensada e focada no antirracismo e  no combate aos racismo  e  preconceitos. 

A CURADORIA: 

O Clube de Leituras Pretaria conta com uma Curadoria exclusivamente feminina negra totalmente desenvolvida por ativistas, intelectuais, escritoras e pesquisadoras negras convidadas. Hoje contamos com a colaboração de mulheres negras de todo o Brasil para escolher as obras que vão na Backbox da Pretaria, recentemente tivemos a honra de contar também com o apoio ao nosso projeto da nossa rainha Conceição Evaristo, e junto com ela já fizeram indicações escritoras como: Cidinha da Silva, Eliane Alves Cruz Elizandra Souza, Miriam Santos, Carol Fernandes Luz, entre outras. 

Os livros são indicados por uma Curadoria técnica e especializada em literatura antirracista, para auxiliar o leitor na busca por uma formação social livre de preconceitos. 

A nossa estratégia é “Uma sobe e puxa a outra”, nesse sentido a Curadoria da Pretaria prioriza a indicação de escritores e escritoras negras ainda desconhecidas do grande público e editoras independentes para participar do nosso Clube de Leitura Antirracista, tendo seus títulos adquiridos e divulgados na nossa BlackBox.

No Plano “Infanto-Juvenil” denominado “BlacKids”, o livro a ser enviado mensalmente aos associados será selecionado por nossa Curadoria literária, a partir da obra disponibilizada pela Editora Parceira. Livros escolhidos com muito carinho, cuidado e representatividade para seus/sua [email protected], todo mês na sua casa!

PLANO DE ASSINATURAS:

O “BlacKids”, é um plano infanto-juvenil com foco na valorização das identidades raciais, a auto-estima, autonomia e a representatividade para crianças e adolescentes.

Os planos de assinaturas podem ser Mensal, Semestral ou Anual.

Juntamente com o livro escolhido pela curadoria, será enviada uma Blackbox personalizada, contendo brindes especiais adequados por faixa etária e orientações aos pais e/ou responsáveis para mediação na introdução da leitura do livro para sua criança/adolescente.

O Clube Pretaria funciona com planos de assinaturas com pagamentos Mensais, Semestrais ou Anuais e envio de uma BlackBox personalizada todo mês para sua casa. 

A Pretaria BlackBooks juntamente a uma Editora parceria convida escritores de autoria negra, intelectuais de diversas áreas do conhecimento para apresentar aos leitores obras fundamentais para a superação do racismo e indicadas pela Curadoria do Clube . 

O assinante recebe mensalmente, em sua casa, indicações literárias especializadas para uma formação antirracista além de brindes especiais.

COMO ASSINAR? 

Aproveite a promoção de pré-lançamento e ganhe descontos nos planos anual, semestral ou mensal:  

  1. O primeiro passo é preencher o formulário de inscrição para adesão até todo dia 20 disponível em: https://linktr.ee/Pretariablack
  2. Confirmar pagamento do plano escolhido nos links disponíveis em: https://linktr.ee/Pretariablack
  3. Confirmada a assinatura, aguarde 15 dias para a compensação do pagamento;
  4. O box será enviado aos correios todo dia 30/mês após a confirmação de pagamento;
  5. Recebimento do primeiro box está previsto para todo início mês seguinte ao mês de adesão;

Atenção: Em breve, estes processos estarão disponíveis na nossa plataforma online: www.pretaria.com.br

Faça parte do primeiro clube de literatura antirracista do Brasil (Adulto e Infanto-Juvenil). Acesse nossa plataforma online e conheça nossos planos de assinaturas: https://pretaria.com.br/assinatura 

Mirtes Santos – é Quilombola do ES, Idealizadora e Diretora Executiva – CEO da Pretaria BlackBooks & BlacKids.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Colunista NINJA

Abolição inconclusa

Juca Ferreira

As ruas vida e morte

Márcio Santilli

A disputa pelo “Centro” e a chance da “terceira via”

Boaventura de Sousa Santos

Colômbia em chamas: o fim do neoliberalismo será violento

Jorgetânia Ferreira

Mães: vacina, respeito, verdade e misericórdia

Moara Saboia

Racistas e machistas não passarão!

Ana Claudino

Lésbicas também são mães

Márcio Santilli

Carta aberta ao Almir Suruí

Jéferson Assumção

Escrita criativa para combater estereótipos

Jandira Feghali

De onde vêm aquelas pessoas?

Colunista NINJA

O nosso tempo é o tempo maré

Biamichelle

Gestão da diversidade feito por diversidades

Daniele Apone

Por que é importante entendermos o que é ESG e IDHP?

Renata Frade

Design e Tecnologia. Estudos de casos de "role models" femininos brasileiros

Carol Façanha

Mais que um símbolo