Foto: Steef Fleuer, em colaboração com a Mídia NINJA no projeto Offside Brazil/Magnum Photos

Foto: Steef Fleuer, em colaboração com a Mídia NINJA no projeto Offside Brazil/Magnum Photos

Vendo pessoas que eu gosto aplaudindo execução de bandido, acredito que preciso ligar um ALERTA importante aqui.

– primeiro: quero deixar claro que pra mim bandido é bandido e quem no momento em que coloca uma arma na mão está sujeito a ser morto nesse guerra civil disfarçada que vivemos.

-segundo: o policial está exposto o tempo todo a péssimas condições de trabalho. Ganha mal, não tem apoio psicológico, mal treinando, seu armamento é bastante inferior ao dos traficantes e o desgaste é tão grande, a pressão é tanta que naturalmente temos muitos desses homens em situações precárias andando por nossas ruas sem sequer ter o direito de cobrar melhorias.

Mas vamos ao ponto que interessa:

– O bandido já é Bandido. Comete crimes, não segue a lei. Não tem nada a perder na grande maioria das vezes. Representa apenas uma facção. Sabe que vai matar ou morrer e pouco se importa se tem criança, senhora, homem ou mulher no seu campo de tiro. REPITO – é um criminoso.

– O policial representa o ESTADO. Deveria ser orientado a trabalhar com cautela, inclusive não se expondo em momentos em que está em desvantagem. Evitando tiroteios em locais onde possa atingir a população. Atuando com mais energia apenas quando de fato não tem outra alternativa. O Policial quando mata um bandido em confronto, está se defendendo para não morrer.

No caso que vimos nas redes sociais e na TV. Havia sim uma troca de tiros entre bandidos e traficantes. Mas havia uma escola atrás, onde uma menina foi fuzilada. Por que? Porque no meio daquele caos, infelizmente o ESTADO não pensou em recuar ou mesmo evacuar a Escola. Não houve uma estratégia – foi um tiroteio e salve-se quem puder. Acertaram os traficantes, mas a menina foi morta.

Por sua vez os traficantes, bandidos, que estavam atirando para matar os policiais – NÃO ESTAVAM MORTOS – quando os PMs chegaram até eles.

ÓBVIO que na raiva, no ódio, com toda adrenalina e nenhum controle psicológico – Qualquer um nessas condições ( inclusive eu) – não pouparia os caras que estavam tentando me acertar. Logo a execução parece RAZOÁVEL. Sim?

Pois bem, mas quando o Policial deixa de cumprir sua obrigação que é atuar dentro da lei e passa a atuar na lei do Talião, matando aqueles criminosos, ele se torna um criminoso também! Por Que?

Porque não é papel do Policial Militar que representa o Estado executar ninguém. Mesmo com todo desejo do mundo de satisfazer não só sua ira mas de uma população cansada de violência. O correto seria prender os criminosos, colocá-los numa ambulância ou numa viatura para que pudessem ser atendidos pelos médicos e depois PRESOS e cumprirem suas penas.

Isso é o que manda a LEI, que nós, absolutamente todos nós somos obrigado a seguir.Se realmente aqueles bandidos tivessem tentado reagir e fossem mortos em legítima defesa do PM – não haveria questões a serem discutidas. Mas no vídeo fica MUITO CLARO que eles já não ofereciam perigo. Logo o que foi feito não está de acordo com a lei.

É ÓBVIO que dá pra entender que há tempos já não pensamos mais em justiça, só queremos nos vingar. É Óbvio que muitas pessoas não completam esse raciocínio de que o ESTADO através de seu braço armado, não pode sair matando gente por aí – mas como já passamos do limite do caos – muitos se sentem justiçados quando cenas como essa nos expõem a morte de bandidos que não tem pena de ninguém.

Mas amigos e amigas, numa sociedade que quer se desenvolver, é preciso que o ESTADO cumpra seu papel e nesse caso em especial, ele falhou 2 vezes – quando expôs o colégio com crianças a uma troca de tiros e depois quando executa os dois criminosos.

Ainda que parte de mim se regozije com a morte dos bandidos, a outra parte que aprendeu a controlar os impulsos de vingança, reconhece que o que aconteceu ali como um erro.

Por fim, não estou protegendo bandido! Estou apenas não querendo me tornar TAMBÉM um Bandido. Ao agir como eles me igualo e perco a razão.

Essa guerra contra as drogas só prova que é falida. Expõe policiais, trabalhadores, jovens e crianças a uma realidade cruel! Essa guerra inútil mata mais do que a própria droga. Só não vê quem não quer.

Conheça outros colunistas e suas opiniões!

Isa Penna

Their time's up – O Tempo Deles Acabou
Ver agora

Dríade Aguiar

Quando Oprah faz um discurso pra você
Ver agora

Isa Penna

Isa Penna: 2018 sem medo de começar uma nova história
Ver agora

Preta Rara

Preta Rara: Diário da PesaDona
Ver agora

Pastor Ariovaldo

Pastor Ariovaldo: Dom Paulo na luta pelos direitos humanos no Brasil
Ver agora

Ivana Bentes

Quem não precisa do feminismo?
Ver agora

Jandira Feghali

Jandira Feghali: Julgamento de Lula precisa ser suspenso
Ver agora

Manoela Miklos

Todo homem precisa de uma mãe
Ver agora

Margarida Salomão

O golpe do satélite e a conta do cidadão
Ver agora

Pastor Ariovaldo

Pastor Ariovaldo: Feliz Natal
Ver agora

Vinícius Lima

Quem vive na rua com alguém vive melhor
Ver agora

Maria do Rosário

Greve de fome contra os que devoram a previdência num banquete
Ver agora

Margarida Salomão

Em desagravo à Universidade pública brasileira
Ver agora

Sâmia Bomfim

Sâmia Bomfim: Hospital Universitário da USP sob ameaça
Ver agora

Ivana Bentes

O Feminino Viril!
Ver agora